Pesquisar

SSMA: o que é e como implementar?

Entenda o que é SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente), quais são as orientações práticas importantes e como implementar de maneira efetiva. 

Muitas construtoras têm trabalhado para melhorar programas de SSMA, sigla que engloba três setores importantes das empresas: saúde, segurança e meio ambiente. O assunto ganha ainda mais relevância à medida que as regulamentações do setor da construção civil evoluem e se tornam mais complexas. Afinal, as construtoras têm a obrigação legal de gerenciar a segurança e a saúde dos colaboradores.

Além disso, é um passo essencial para empresas que buscam investir no ESG, ou seja, adotar as boas práticas ambientais, sociais e de governança. Entenda a seguir, o que é exatamente SSMA.

O que é SSMA? 

É um conjunto de normas e leis criadas com o objetivo de evitar acidentes ou danos provocados aos colaboradores pelo ambiente e ainda impedir que a empresa em si cause danos ao meio ambiente a sua volta. 

Assim, é possível dizer que o SSMA é uma ferramenta crucial, servindo como um escudo para proteger os trabalhadores, a sociedade, a organização e o planeta ao incentivar a adoção de medidas que possam reduzir o índice de dano geral provocado pelo funcionamento de uma empresa. 

Como funciona?

Para a companhia, existe a possibilidade de treinar e estabelecer uma comissão responsável por cuidar das metas estipuladas pelo SSMA ou contratar uma consultoria terceirizada que vai analisar a situação da organização contratante e criar um plano de ação para atingir os objetivos estabelecidos.

Muitas dessas metas são tratadas por essa comissão e são exigências legais visando a segurança no ambiente de trabalho e a mínima agressão possível ao ecossistema. Porém, existem diversos objetivos secundários que uma organização pode escolher adotar e que não são propriamente obrigatórios, porém trazem vantagens no longo prazo. Entenda como funciona cada uma das frentes:

Segurança

No caso da segurança, as pessoas do setor da construção civil se expõem a diversas formas de risco, o dever da comissão é entender esses perigos como sendo ou não parte necessária do ambiente de trabalho. 

Por exemplo, um policial precisa lidar com a violência de maneira que ela é parte da sua rotina de serviço, não podendo ser eliminada. Já um professor, os riscos são outros. Ou seja, as profissões precisam de abordagens distintas. 

Embora o exemplo não esteja relacionado com a construção civil, cabe ao SSMA compreender cada empresa e os perigos aplicados especificamente a esta antes de aplicar medidas protetivas. 

Meio Ambiente 

Existe uma abrangência de situações que podem se enquadrar no quesito do meio ambiente, e é função do SSMA ajudar a organização a ter uma abordagem em produção e funcionamento que não prejudique, como maneiras corretas de descartar o lixo e como tratar resíduos químicos.

De forma geral toda empresa precisa lidar com essas situações em que a sua existência deve ser melhor gerenciada para que não provoque danos ao ecossistema, além de pesar negativamente na sua imagem no mercado.  

Há casos em que a comissão SSMA lidará com situações incomuns em que os colaboradores precisam se proteger do meio ambiente. Normalmente, isso é uma combinação de fatores de segurança e ecossistema. 

Podemos avaliar um exemplo prático: trabalhadores de uma mineradora, caso seja uma mineração de petróleo, elas com muita frequência funcionam em alto mar, onde o local por si só já é uma força que ameaça a vida dos profissionais e, simultaneamente, o ecossistema, que precisa ser protegido da melhor maneira possível. 

É responsabilidade da comissão SSMA implementar formas para que exista um equilíbrio entre as situações de tal maneira que a organização consiga continuar sendo produtiva sem danificar o meio ambiente e colocar seus colaboradores em risco. 

Esse equilíbrio é encontrado através de normas e procedimentos que vêm sendo estudados e lentamente construídos durante as últimas décadas

Saúde

Um dos objetivos do SSMA é criar uma conscientização no ambiente de trabalho que leve a uma rotina menos prejudicial à saúde, como cada profissão está exposta a diferentes riscos, as aplicações são específicas para cada setor.   

É responsabilidade da comissão SSMA entender o ambiente de trabalho para que seja criado um plano de ação específico com o intuito de resolver problemas que existam de uma maneira prática e direta. 

Claro que existem situações em que diferentes tipos de empresa vão precisar lidar com a possibilidade de uma mesma lesão ou doença, como é o caso de problemas relacionados à coluna que afetam profissionais que ficam muito tempo sentados. 

O Sistema de Gestão SSMA

O Sistema de Gestão de SSMA é um conjunto de procedimentos e normas que auxiliam as organizações da construção a gerenciar os riscos de saúde, segurança e meio ambiente. 

As empresas podem reduzir a ocorrência de lesões e acidentes dos seus colaboradores e assegurar a conformidade com os regulamentos de segurança e saúde. Os principais elementos incluem: 

Identificação de perigos e avaliação de riscos

As organizações da construção precisam identificar os potenciais riscos em seus ambientes de trabalho e analisar os perigos associados. 

Medidas de controle

Depois de identificar os riscos potenciais, as empresas devem implementar medidas de controle para mitigar os perigos, as mais comuns incluem protocolos de descarte de resíduos, sistemas de sinalização do canteiro de obras, treinamentos no âmbito da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e o fornecimento de EPIs e EPCs em bom estado de conservação. 

Monitoramento e revisão

As companhias também precisam monitorar com regularidade a aplicação das suas políticas de SSMA para assegurar a eficácia no controle dos riscos. Além disso, devem fazer a revisão periódica dos seus sistemas de gestão para encontrar quaisquer lacunas ou melhorias necessárias. 

Benefícios da segurança, saúde e meio ambiente para as empresas

Estabelecer uma política de SSMA é fundamental, principalmente, para a construção de uma cultura diferente com relação à segurança do trabalho. 

Criar um ambiente seguro e saudável de trabalho impacta diretamente na produtividade dos colaboradores. A segurança dos profissionais e estar em dia com a lei, a implementação de um bom programa de SSMA gera valor para as empresas. Além disso, reduz a quantidade de acidentes e aumenta o impacto positivo no meio ambiente. 

Por que a gestão do SSMA é crucial?

Esse sistema promove a transparência e a visibilidade diante dos stakeholders e melhora a capacidade de resposta da construtora perante mudanças nas condições externas. Resumidamente, um programa bem estruturado auxilia as empresas a:

  • Identificar perigos e controlar riscos;
  • Cumprir a legislação e as regulamentações trabalhistas e ambientais;
  • Melhorar o desempenho em saúde e segurança;
  • Prevenir lesões, fatalidades e doenças;
  • Cumprir as regulações e a legislação ambiental e trabalhista;
  • Aprimorar continuamente as políticas de SSMA. 

Entendeu a importância dessa gestão? Então, já coloque em prática! 

Para ter acesso a mais conteúdos como este, acompanhe o blog do Obra Prima e não deixe de seguir a nossa conta no Instagram

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.