Menu

Relatório de visita técnica de obras: principais modelos

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Você já se perguntou como os profissionais acompanham e documentam o progresso de uma obra? Os relatórios de visita técnica são como o diário de bordo de um projeto de construção, registrando cada etapa, observação e decisão ao longo do caminho. 

Mas o que torna esses relatórios tão cruciais? E quais são os diferentes modelos disponíveis? Explore os diversos tipos de relatórios, passo a passo para elaborá-los e como essa ferramenta pode otimizar seus projetos. 

O que é um relatório de visita técnica?

Um relatório de visita técnica é um documento detalhado elaborado por profissionais da construção civil após uma inspeção no local de uma obra. Afinal, essa visita técnica envolve observação minuciosa de diferentes aspectos, como o progresso da obra, conformidade com normas e regulamentos, identificação de possíveis problemas ou falhas, entre outros.

Essencialmente, esse relatório é uma espécie de “raio-X” da obra, capturando não apenas o que é visível a olho nu, mas também questões técnicas e de segurança. Ele pode conter informações sobre o estado atual da construção, qualidade dos materiais utilizados, conformidade com o projeto original, eventuais desvios do cronograma, registros fotográficos, recomendações de melhorias, entre outros dados relevantes.

Além de servir como um registro histórico do andamento da obra, o relatório de visita técnica desempenha um papel crucial na tomada de decisões. Ele fornece subsídios para ações corretivas imediatas, identificação de áreas de melhoria e ajustes necessários no planejamento.

Por meio desse documento, gestores e equipes de projeto podem monitorar o progresso da obra, garantir a qualidade e segurança, além de otimizar processos e recursos. Afinal, é uma ferramenta valiosa para promover a transparência, comunicação eficaz entre as partes envolvidas e, consequentemente, o sucesso do empreendimento.

O que é uma visita técnica de obras?

Antes de entender mais sobre um relatório, precisamos compreender o que é uma visita técnica. Ela é um serviço prestado por um especialista ou profissional a pedido. Geralmente, o solicitante faz uma ordem de serviço (OS) e assim, envia-se um time técnico ao destino. 

Normalmente, se faz as visitas técnicas no local, isso quer dizer que os especialistas vão até o lugar onde o relatório deve ser emitido. Vale perceber aqui que uma visita técnica pode ter diversos objetivos, por exemplo, diagnosticar, acompanhar o uso de recursos financeiros, fazer reparos, etc. Outras finalidades desta visita são: 

  • Acompanhar a evolução de uma construção;
  • Fazer a manutenção preventiva de equipamentos para garantir a sua usabilidade;
  • Realizar a manutenção corretiva de ferramentas ou máquinas que apresentem problemas ou falhas em seu funcionamento;
  • Inspecionar a utilização de equipamentos e maquinários na construção civil;
  • Instalar equipamentos e tecnologias como impressora, computador e internet em  um canteiro de obras. 

Quais são os modelos de relatório de visita técnica de obra?

Ao realizar uma visita técnica em uma obra, é essencial documentar todas as observações e descobertas de maneira clara e organizada. Para isso, utiliza-se diferentes tipos de relatórios, cada um com seu propósito específico.

Então agora vamos explorar os principais modelos de relatório de visita técnica e entender como são na prática:

1. Relatório de Acompanhamento de Obra:

O principal objetivo deste relatório é registrar o progresso da obra em relação ao planejamento inicial. Ele documenta as atividades realizadas, eventuais desvios do cronograma, problemas encontrados e as medidas corretivas adotadas.

Geralmente, o engenheiro ou arquiteto responsável pelo projeto elabora o acompanhamento de obra com base em informações coletadas durante visitas técnicas periódicas ao local da obra.

Por fim, o profissional responsável realiza uma inspeção detalhada no canteiro de obras, observando o andamento das atividades, a qualidade dos materiais utilizados, o cumprimento das normas de segurança, entre outros aspectos. Com base nessas observações, se redige o relatório destacando os pontos mais relevantes e propondo ações para garantir o progresso adequado da obra.

2. Relatório de visita técnica para manutenção de equipamentos:

Elabora-se esse tipo de relatório após uma visita técnica realizada para inspecionar e manter equipamentos e máquinas utilizados na obra. Seu objetivo é avaliar o estado dos equipamentos, identificar necessidades de manutenção e garantir sua operacionalidade.

Geralmente, técnicos de manutenção ou engenheiros especializados são responsáveis por realizar a visita técnica e elaborar o relatório.

Durante a visita, são realizadas inspeções visuais e testes nos equipamentos para verificar seu funcionamento e identificar possíveis problemas. Com base nessas observações, o relatório é elaborado, destacando as condições de cada equipamento, as intervenções realizadas e as recomendações para manutenção preventiva ou corretiva.

3. Relatório fotográfico:

Esse tipo de relatório utiliza fotografias para documentar o estado atual da obra, evidenciar problemas identificados e registrar o progresso ao longo do tempo.

Qualquer profissional envolvido na obra pode produzir um relatório fotográfico, desde engenheiros e arquitetos até técnicos de segurança ou gestores de projeto.

Durante a visita técnica, são tiradas fotografias de diferentes áreas da obra, focando em pontos específicos que precisam ser documentados. Essas fotos são organizadas em um relatório, geralmente acompanhadas de legendas explicativas, para facilitar a compreensão das informações registradas.

4. Relatório de visita técnica digital:

Esse modelo de relatório busca digitalizar e automatizar o processo de documentação das visitas técnicas, oferecendo maior praticidade, agilidade e precisão na elaboração do relatório.

A produção de um relatório de visita técnica digital pode envolver diferentes profissionais, desde engenheiros e arquitetos até especialistas em tecnologia da informação responsáveis pelo desenvolvimento e implementação da solução digital.

Por meio de aplicativos ou softwares específicos, os profissionais registram as informações da visita técnica em dispositivos móveis, incluindo fotos, vídeos, notas de voz e outros dados relevantes. Essas informações são automaticamente organizadas e compiladas em um relatório digital, que pode ser facilmente compartilhado e acessado por toda a equipe envolvida no projeto.

Qual a diferença entre relatório de visita técnica e ordem de serviço?

O relatório de visita técnica e a ordem de serviço são dois documentos importantes na área da construção civil, mas têm propósitos diferentes. Enquanto o relatório de visita técnica documenta as observações feitas durante uma visita a uma obra, a ordem de serviço formaliza a solicitação e organização de um serviço a ser realizado em um determinado local. 

Ambos são essenciais para garantir a qualidade e o bom andamento das atividades na construção civil.

Vamos entender a diferença entre eles de forma simples:

Relatório de Visita Técnica:

  • Objetivo: o relatório de visita técnica é um documento elaborado após uma inspeção ou visita a um local de obra. Seu objetivo principal é registrar as observações feitas durante essa visita, como o estado da obra, problemas identificados, progresso realizado e recomendações para melhorias.
  • Conteúdo: normalmente, o relatório de visita técnica inclui detalhes sobre o local visitado, data e hora da visita, descrição das atividades realizadas, problemas encontrados e ações sugeridas para resolvê-los.
  • Produção: esse relatório é geralmente elaborado por engenheiros, arquitetos ou técnicos especializados que realizam a visita técnica.

Ordem de Serviço:

  • Objetivo: a ordem de serviço é um documento utilizado para formalizar a solicitação de um serviço a ser executado. Ela estabelece as atividades a serem realizadas, prazos, responsabilidades e outras informações relevantes para a execução do serviço.
  • Conteúdo: uma ordem de serviço geralmente inclui detalhes como a descrição do serviço a ser realizado, o local onde será executado, data de início e término, materiais necessários, equipe responsável, entre outros.
  • Produção: Gestores de projetos supervisores ou responsáveis pela coordenação das atividades de uma obra deve emitir a ordem de serviço.

Qual a importância do relatório de visita técnica?

O relatório de visita técnica desempenha um papel crucial na gestão eficiente de projetos na construção civil. 

Ele não apenas registra as observações feitas durante uma visita ao local da obra, mas também serve como uma ferramenta valiosa para embasar decisões, promover comunicação efetiva e garantir transparência em todas as etapas do projeto. Vamos explorar agora a importância de cada um desses aspectos:

Registro de informações:

O relatório de visita técnica registra detalhadamente as condições observadas no local da obra, incluindo progresso, problemas encontrados, incidentes e outras informações relevantes. Esses registros são essenciais para documentar o histórico do projeto e fornecer uma referência para futuras análises e avaliações.

Embasamento de decisões:

Com base nas informações contidas no relatório de visita técnica, os gestores podem tomar decisões informadas sobre o direcionamento do projeto, alocação de recursos, resolução de problemas e implementação de medidas corretivas. Isso ajuda a garantir fundamentos reais nas decisões, além de contribuir para o sucesso do projeto.

Comunicação efetiva:

O relatório de visita técnica facilita a comunicação entre as partes interessadas no projeto, fornecendo um meio estruturado para compartilhar informações sobre o andamento da obra, questões identificadas e planos de ação. Isso ajuda a manter todas as partes envolvidas atualizadas e alinhadas com os objetivos do projeto.

Suporte a auditorias e fiscalizações:

O relatório de visita técnica serve como um registro documentado das atividades realizadas no local da obra, o que pode ser fundamental para comprovar a conformidade com regulamentos, normas e padrões de qualidade. Ele também fornece evidências tangíveis para auditorias internas e externas, garantindo transparência e conformidade.

Avaliação de desempenho:

Ao analisar os relatórios de visita técnica ao longo do tempo, é possível avaliar o desempenho do projeto em termos de progresso, qualidade, eficiência e conformidade. Isso permite identificar áreas de melhoria e implementar medidas para otimizar o desempenho do projeto.

Transparência e prestação de contas:

O relatório de visita técnica promove a transparência ao fornecer uma visão clara e objetiva do estado atual do projeto, bem como das ações tomadas para resolver problemas e alcançar metas. Isso ajuda a construir confiança com as partes interessadas e garantir uma prestação de contas efetiva em relação ao uso dos recursos e ao cumprimento dos prazos.

Melhoria contínua:

Por fim, ao aprender com as experiências passadas e implementar melhorias incrementais, as equipes podem impulsionar a eficiência e a eficácia do projeto ao longo do tempo.

Ou seja, o relatório de visita técnica é uma ferramenta fundamental para garantir o sucesso de projetos na construção civil, fornecendo uma base sólida para a tomada de decisões, promovendo a comunicação efetiva, garantindo conformidade e transparência, e impulsionando a melhoria contínua.

Como elaborar um relatório de visita técnica de obra?

Agora que você entendeu o que é uma visita e para o que serve um relatório e alguns exemplos de modelos para este documento, vamos para o passo a passo para a sua elaboração, confira aqui os nove passos: 

Formato 

O primeiro passo antes de começar o relatório de visita técnica de obras é selecionar o formato que esse documento terá! Afinal, isso impacta de maneira direta na agilidade da produção. Além disso, também trará consequências para a facilidade com que você encontrará as informações na hora de revisar e em diversos outros momentos da sua produção e utilização. 

Preparação

Antes de elaborar o relatório de visita técnica de obras, é fundamental também se preparar de forma adequada. Isso inclui reunir todas as informações importantes sobre a construção, entram também desenhos, especificações, orçamentos e o cronograma. Não só isso, mas é essencial se familiarizar com os regulamentos e normas relevantes.

Outro ponto importante aqui é montar um checklist das atividades, serviços, materiais e outros elementos que você precisa prestar atenção durante a sua visita. Isso vai facilitar e agilizar todo o processo. 

Identificação do projeto

O relatório precisa começar com uma parte de identificação do projeto. Aqui entra: nome da obra, endereço, data e horário de começo e final da visita e nome das pessoas presentes no local. Também é fundamental que o relatório contenha as informações da empresa responsável pela visita técnica e pela produção do material solicitado. 

Descrição geral da obra

O quarto passo é incluir as descrições gerais de uma obra, como o escopo do projeto, estado atual da obra e qualquer desvio ou problema encontrado. Além disso, aqui também deve constar as informações do cliente, que são as mesmas mencionadas no item anterior.

Observações

A parte de observações precisa incluir detalhes sobre as anotações e questões encontradas ao longo da visita realizada que precisam ser resolvidas. Adicione os problemas ou desvios percebidos em relação ao cronograma, orçamento ou especificações.

Fotografia

As fotografias são uma excelente forma de ilustrar aquilo que foi observado e os problemas identificados durante a visita realizada. Por isso, adicione fotos de todas as áreas relevantes da obra, explique também os desvios e questões percebidas.  

Conclusão

O sétimo passo é a conclusão. Deve-se finalizar o relatório nesta parte, incluindo recomendações para corrigir qualquer problema ou questão percebidas e ações que serão necessárias futuramente. 

Assinatura

No oitavo passo é importante que você se certifique de adicionar as assinaturas de todas as pessoas que estiveram presentes durante a visita, incluindo o gerente de projetos e também o engenheiro responsável. 

Revisão

Por fim, no nono e último passo da criação do seu relatório, certifique-se também de fazer uma revisão e verificar o documento antes de enviá-lo para assegurar a precisão das informações e mais clareza na comunicação. 

O que deve constar no relatório de visita técnica?

Um relatório de visita técnica deve conter informações detalhadas e relevantes sobre a visita realizada ao local da obra. Algumas das seções essenciais que devem constar nesse relatório incluem:

Identificação do projeto: nome da obra, endereço, data e horário da visita, bem como as pessoas presentes durante a visita.

Descrição geral da obra: uma visão geral do estado atual da obra, incluindo o progresso realizado até o momento.

Observações: detalhes sobre quaisquer problemas, desvios, ou questões identificadas durante a visita, juntamente com recomendações para resolução.

Fotografias: fotos que ilustram as condições observadas no local da obra, auxiliando na documentação visual.

Conclusão: uma conclusão que resume as principais descobertas da visita e destaca quaisquer ações recomendadas para o acompanhamento.

Assinaturas: as assinaturas das pessoas presentes durante a visita, incluindo o responsável pela visita técnica e outras partes interessadas.

Esses são os elementos básicos que devem estar em um relatório de visita técnica para garantir que ele seja completo e informativo.

Como a tecnologia pode ajudar no preenchimento do relatório de visita técnica?

A tecnologia desempenha um papel fundamental na simplificação e automação do processo de preenchimento do relatório de visita técnica. Algumas maneiras pelas quais a tecnologia pode ajudar incluem, por exemplo:

  1. Aplicativos e software especializados: existem aplicativos e softwares projetados especificamente para a criação de relatórios de visita técnica, que oferecem modelos pré-formatados e ferramentas de preenchimento intuitivas.
  2. Captura de dados em tempo real: a tecnologia permite a captura de dados em tempo real durante a visita ao local da obra, permitindo que as informações sejam registradas imediatamente e de forma precisa.
  3. Integração com dispositivos móveis: utiliza-se dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Isso facilita o acesso aos relatórios de visita técnica e permite que sejam preenchidos diretamente no local da obra.
  4. Armazenamento em nuvem: os relatórios de visita técnica podem ser armazenados de forma segura na nuvem, o que facilita o acesso e o compartilhamento das informações entre as partes interessadas.
  5. Geração automatizada de relatórios: com o uso da tecnologia, é possível automatizar a geração de relatórios de visita técnica, economizando tempo e reduzindo o risco de erros humanos.

Por fim, a tecnologia oferece uma série de ferramentas e recursos que podem tornar o processo de preenchimento do relatório de visita técnica mais eficiente, preciso e conveniente para todos os envolvidos no projeto da construção civil.

Quais os benefícios do relatório de visita técnica digital?

Com a evolução da tecnologia, os relatórios de visita técnica digital oferecem uma série de benefícios significativos para empresas do setor da construção civil. Então, vamos agora explorar algumas vantagens importantes desse formato:

Personalização de checklists e relatórios:

Com os relatórios de visita técnica digital, é possível personalizar checklists e relatórios de acordo com as necessidades específicas de cada projeto. Isso permite uma abordagem mais flexível e adaptável às particularidades de cada obra, garantindo que as informações capturadas sejam relevantes e precisas.

Redução de custos:

A adoção de relatórios de visita técnica digital pode resultar em uma significativa redução de custos para as empresas. Além disso, a eliminação do uso de papel e a automação de processos podem reduzir gastos com impressão, armazenamento físico e transporte de documentos, resultando em economia de recursos financeiros e ambientais.

Histórico seguro:

Os relatórios de visita técnica digital oferecem um histórico seguro e acessível de todas as visitas realizadas. Afinal, por meio de armazenamento em nuvem, é possível proteger as informações contra perdas, danos ou extravios, garantindo que o histórico completo esteja sempre disponível para consulta e análise.

Sustentabilidade e imagem positiva da empresa:

Ao adotar práticas sustentáveis, como a utilização de relatórios de visita técnica digital, as empresas do setor da construção civil demonstram seu compromisso com a preservação do meio ambiente. Afinal, isso contribui para uma imagem mais positiva da empresa perante seus clientes, parceiros e a sociedade como um todo.

Praticidade e produtividade:

Os relatórios de visita técnica digital oferecem maior praticidade e produtividade em comparação com os métodos tradicionais de preenchimento e gestão de relatórios. Além disso, a captura de dados em tempo real, a geração automatizada de relatórios e a facilidade de acesso por meio de dispositivos móveis tornam o processo mais eficiente e ágil.

Por fim, esses benefícios destacam a importância e os impactos positivos que os relatórios de visita técnica digital podem trazer para as empresas do setor da construção civil, melhorando a eficiência operacional, reduzindo custos e fortalecendo a imagem da empresa no mercado.

Agora que você já conhece os inúmeros benefícios do relatório de visita técnica digital

Não perca a oportunidade de levar sua empresa para o próximo nível na construção civil. Afinal, com o software de gestão de obras Obra Prima, você terá acesso a todas essas vantagens e muito mais. 

Imagine poder personalizar checklists e relatórios de acordo com suas necessidades específicas, reduzir custos significativamente, garantir um histórico seguro e acessível de todas as visitas técnicas, fortalecer a imagem da sua empresa no mercado e aumentar a praticidade e produtividade da sua equipe. 
Não deixe essa oportunidade passar! Experimente agora mesmo o Obra Prima e descubra como ele pode transformar o seu negócio.

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Relatório de visita técnica de obras: principais modelos

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.