Menu

Por que o plano de contas financeiro da construtora é importante?

Luiza Martin

Compartilhe nosso conteúdo

Entenda para que serve o plano de contas financeiro da construtora e como é possível colocá-lo em prática.

Se você é engenheiro ou construtor, já pesquisou na internet por modelos de planilha de orçamento de obra e planilha de custo de obra. Mas o plano de contas financeiro da construtora pode ser novidade. Caso ainda seja, este texto foi feito para esclarecer algumas questões.

Ter as contas da construtora em dia depende diretamente do planejamento de obra. E isso torna o planejamento de contas da construção civil um pouco mais complexo do que o aplicado aos demais mercados.

Você faz alguma ideia de qual seja o motivo?

Na verdade, são vários e eles se estendem desde o cronograma financeiro até o modelo de operação da sua empresa.

Você oferece reformas ou obras por administração?

A resposta muda tudo. Ainda mais se você trabalhar com as duas ofertas e tantas outras que atendem às necessidades do consumidor.

Portanto, para entender melhor o que é e como fazer o plano de contas financeiro da construtora, siga lendo este texto!

O que é um plano de contas financeiro para construtora?

O plano de contas financeiro para construtora é um tipo de demonstrativo. Contadores estão muito mais acostumados a essa nomenclatura e a realizar essa operação. Afinal, trata-se de um tipo de documento que empresas de outros segmentos usam para prestar contas ou gerir o fluxo de caixa.

Dentro de todo o espectro de possíveis tipos de demonstrativos, o plano de contas financeiro da construtora seria caracterizado por uma classificação das movimentações financeiras.

O que você buscaria com isso?

A principal função do demonstrativo é permitir melhor entendimento e maior organização das finanças de uma empresa. O que na sua construtora repercute como maior controle sobre o planejamento de obra.

Ou seja, você sabe exatamente quanto tem de ativos, passivos, contas a pagar ou receber e consegue tirar melhor proveito das finanças. Pense em um fluxo de caixa detalhado e entenderá quais informações um plano de contas financeiro para construtora deve apresentar.

Mas qual é a serventia ou aplicação prática desse demonstrativo?

Para que serve um plano de contas?

Uma das grandes dificuldades do construtor hoje, seja ele PME (Pequena e Média Empresa) ou empreendedor de grande porte, está na gestão de capital de giro. Ter esse dinheiro em caixa permite a realização de manobras mais ousadas.

Desde pegar um projeto inovador até assumir certos riscos de execução, como fazer mais compras de materiais ou contratar mais mão de obra.

Essas e outras decisões passam por um controle que a planilha de orçamento de obra, a planilha de custo de obra e a planilha de cronograma financeiro não são capazes de gerar.

Elas trazem os dados, mas não a integração necessária para você tomar decisões com base em uma análise segura das finanças. É aí que o plano de contas financeiro da construtora entra em cena. Ele chega como um elemento a mais, que reúne dados contábeis e promove o entendimento da saúde financeira da empresa.

Para a construtora, fazer o plano de contas é um desafio, pois os projetos têm sua própria lógica de andamento. O cronograma financeiro de cada um deles obedece a contingências impostas pelos clientes, pelo clima, pelo tipo de obra e por muitas outras coisas.

Sabe o que isso significa?

Planilhas e mais planilhas!

É por isso que você precisa mudar seu mindset e focar em organização. E explicaremos a seguir a primeira coisa a mudar para começar um plano de contas financeiro para a construtora.

Por que fazer a criação de centros de custos?

Sabe quando você analisa as finanças da construtora como se fosse tudo um bolo só?

Cuidado!

Você pode estar perdendo dinheiro sem saber. Isso porque o planejamento de obra sem detalhamento pode ser enganoso. A maior prova disso está em constatar que quase todo construtor já tapou buracos de um empreendimento deficitário usando recursos de outros projetos — tendo ou não consciência disso.

Nos contratos por administração isso é mais raro de acontecer. Afinal, o cliente exige a prestação de contas como um instrumento de transparência contratual. Mas quando se trata de outros tipos de contratação o acompanhamento pode se tornar precário.

Em virtude disso, o plano de contas financeiro da construtora vai ajudar o seu mindset a mudar. E a primeira mudança está no estabelecimento de centros de custos. Cada obra tem seu cronograma financeiro e seu orçamento.

Por que, então, não estabelecer claramente limites entre os recursos financeiros de cada projeto?

Virando essa chave, você alcançará inúmeros ganhos!

Mais organização financeira, mais crescimento

Qual é a maior consequência da organização financeira no planejamento de obra?

Mais crescimento!

Isso mesmo, ao organizar as finanças, você deixa de ter surpresas negativas no final das obras, o que diminui sua vulnerabilidade a rombos financeiros. É muito comum ver construtoras quebrarem por descobrirem tarde demais que tiveram prejuízo.

Se você já ouviu falar de um caso assim, deixe seu comentário!

Mas se quer evitar a todo custo uma situação como essa na sua construtora, siga a última dica que vamos oferecer neste texto!

Tenha ajuda profissional e tecnológica

Realizar o plano de contas financeiro da construtora no braço, sem conhecimento específico ou ferramentas adequadas, pode ser arriscado. Por isso, recomendamos que você procure orientação profissional. Nesse caso, o contador é o mais indicado para lhe orientar.

Além de orientação profissional especializada, você pode recorrer à tecnologia. Há muitas opções de mercado que oferecem recursos ao planejamento de obra que se aproxima do plano de contas financeiro da construtora.

O contador e a tecnologia do sistema de gestão são a melhor combinação para a sua construtora andar financeiramente em dia. Mas se você ainda precisa entender melhor como isso ocorre, preste atenção no Blog Obra Prima.

Ao se inscrever na nossa newsletter (no topo desta página) você tem acesso a conteúdos especializados na construção civil.

Já tem algum palpite de quais são os maiores riscos? Deixe seu comentário.

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Por que o plano de contas financeiro da construtora é importante?

O plano de contas financeiro da construtora dá sentido a vários dados presentes em planilhas de gestão de obras. Entenda como!
Por que o plano de contas financeiro da construtora é importante
Por que o plano de contas financeiro da construtora é importante

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.