Pesquisar

Planejamento de obras: cuidados essenciais para ter sucesso! 

Planejamento de obras: cuidados essenciais para ter sucesso!
Planejamento de obras: cuidados essenciais para ter sucesso!

O planejamento de obras é fundamental para o sucesso da sua construtora. Pensando nisso, trouxemos aqui alguns cuidados essenciais que vão te ajudar nesta tarefa! 

Para ter o controle das obras é fundamental fazer um bom planejamento e acompanhamento de todas as etapas durante o projeto. Sem isso, fica muito fácil sofrer com os prejuízos ou acabar com erros que vão atrapalhar todo o andamento da sua obra. Afinal, um projeto de construção eficiente inclui várias tarefas. Por isso, é fundamental fazer o planejamento de obras e pensar nas estratégias para que ele possa ser aplicado dentro da realidade da sua construção. 

Existem muitos casos em que o processo é aprovado na teoria, mas, ao longo da sua execução, se descobre que não é possível realizá-lo na prática. Por esse motivo, esses cuidados que vamos apresentar neste texto são tão importantes para a sua construtora criar e vender obras de sucesso. 

Como fazer o planejamento de obra ser eficiente? 

Para ter um bom controle de obras, é preciso reunir todos os dados e informações possíveis antes de realizar a construção. Só assim é possível considerar os imprevistos em potencial e tornar a sua execução plausível. 

Uma noção de tempo errada pode levar a um cronograma incerto, gerando gastos desnecessários com multas por atraso que poderiam muito bem ter sido evitadas. Ou seja, é fundamental contar com profissionais qualificados, que tenham habilidade de liderança e capacidade para resolver problemas com assertividade e eficiência. 

Por exemplo, um bom gestor, que tem o controle de obras, deve ter conhecimentos sobre prazos, custos e contratos. Além disso, é necessário saber administrar os recursos, o tempo e as equipes, dando foco na conformidade com o projeto. Dessa maneira, consegue organizar e tomar decisões para evitar atrasos na execução e solucionar possíveis imprevistos. 

9 principais etapas de um projeto de construção

Confira agora as etapas mais importantes na hora de organizar um planejamento de obras eficiente na sua construtora, vamos lá? 

1. Analise o lugar e faça o levantamento das informações

Um projeto de construção precisa sempre considerar todas as informações de campo, seja ele arquitetônico, de instalações elétricas, estrutural. É importante conhecer aspectos, dados dos terrenos e seus arredores. Caso contrário, problemas como alagamentos e presença de vegetação, podem acontecer ao longo da execução da sua obra. 

2. Faça a concepção do projeto arquitetônico

Nesta fase do desenvolvimento, há contato direto com o arquiteto responsável para chegar a um consenso relacionado aos desejos e possibilidades dentro do orçamento determinado. Normalmente, são criadas soluções para as demandas existentes, explicando ao cliente eventuais divergências entre o que foi solicitado e aquilo que pode ser feito. 

A obra precisa acatar não apenas as vontades do contrato, mas também as leis e o plano diretor local. Neste sentido, é preciso atender aos requisitos do usuário previsto na NBR 15575, que trata de assuntos como: 

  • Qualidade do ar;
  • Funcionalidade e acessibilidade;
  • Estanqueidade da água;
  • Saúde;
  • Conforto tátil e antropodinâmico;
  • Higiene;
  • Acústico e lumínico;
  • Desempenho térmico;

É fundamental seguir as legislações e normas do local, tendo em mente que cada lugar tem requisitos específicos. Isso, várias vezes, inviabiliza que um mesmo projeto seja utilizado em cenários diferentes. 

3. Elabore os desenhos

Depois da concepção, a construção precisa ser criada com o auxílio de ferramentas computacionais, seguindo a escolha do arquiteto, do cliente e também do executor da obra. Os desenhos devem ser feitos sempre levando em consideração a realização da edificação, com o máximo de informações e detalhes possíveis. 

Dessa maneira, é possível seguir o que foi combinado entre o proprietário e o arquiteto, sem deixar espaço para erros ou dúvidas. Os projetos de construção também precisam apresentar um material descritivo, incluindo todos os itens que serão usados. 

Esse documento pode conter registros básicos, como a especificação de quais ambientes precisam ter paredes coloridas, por exemplo. Lembrando que cada obra é única, e que dependendo da sua complexidade, será necessário descer mais dados para assegurar a sua realização correta. 

4. Faça a revisão e aprovação

Revisões podem ser solicitadas para acabar com as dúvidas e fazer o ajuste de erros ou imperfeições antes da execução do projeto. Isso também pode ocorrer com o confrontamento de duas tarefas, como estrutural e o arquitetônico não alinhando o lugar onde os pilares ficarão, por exemplo.

5. Cuidado com a legalidade da sua obra

Antes e durante a realização do projeto, existem diversas taxas que devem ser pagas e isso vai variar de acordo com o local da sua obra. Por isso, antes de fazer o projeto, você precisa conhecer muito bem as leis e as normas locais. Dessa maneira, você vai evitar multas e outros problemas legais. 

6. Determine os prazos

Isso é mais do que essencial para obras de sucesso. A construção precisa ter um planejamento para a sua finalização e entrega, assim como para a realização de cada um dos serviços necessários, com data de início e término. Portanto, nesta etapa, deve-se criar um calendário de realização. 

Com um processo feito de maneira realista e bem executado, não serão necessárias tantas revisões ao longo da sua obra, e o cronograma definido não será afetado. Ainda, se acontecer alguma coisa, a estruturação precisa ter soluções rápidas para resolver. 

Baixe a planilha de cronograma de obra >>>>

7. Pense no orçamento de materiais e mão de obras

É preciso um tempo para que o gasto da construção seja determinado por meio de um orçamento. Dentro dessa fase, há gastos com mão de obra e materiais, assim como o levantamento de quantidade deles. 

Uma ferramenta muito importante para que isso seja feito com toda a precisão e assertividade possível é a Tabela Sinapi que já falamos aqui no blog. Ela disponibiliza informações sobre custos de referência para a elaboração de avaliação de construção civil. Os dados são atualizados todo mês pela Caixa Econômica Federal. 

A relação entre a quantidade e o custo de insumos e colaboradores, taxas e outras despesas resulta no custo final da obra. Com isso, estimando o lucro almejado, é possível chegar ao preço de venda do empreendimento. 

8. Chegou a hora da realização e acompanhamento

A obra finalmente toma forma nessa fase. A execução não é isolada das etapas anteriores: podem acontecer revisões do projeto, custos, prazos, mudanças na legalização da estrutura. 

Mesmo assim, com uma metodologia e um orçamento eficiente e um projeto bem estruturado, a realização da sua obra tende a ser mais fácil. Com todos os dados provenientes das fases anteriores da construção, é possível evitar retrabalhos e erros. Além disso, em casos de problemas, algumas respostas que já foram pensadas podem ser tomadas com mais velocidade. 

9. Depois da obra

O planejamento de obras de sucesso é longo, né? E mesmo depois que a construção acabou ainda temos mais uma etapa. Afinal, vai além da execução e da entrega. A última fase, que já deve ser incluída nos processos de todo empreendimento, é a do pós-obra. 

Assim, se deve criar estratégias para otimizar a comunicação e o atendimento com o seu cliente. A prioridade dos colaboradores precisa ser realizada de acordo com as normas e definições estabelecidas no contrato. 

Dessa maneira, é possível evitar vários problemas depois da entrega das chaves e diminuir os gastos nesta última etapa. Mas, nem sempre isso é viável, por isso é essencial determinar uma estratégia para resolver reclamações dos consumidores com eficiência. 

Já conhecia essas etapas?

Além de conhecer as etapas para fazer uma boa estruturação de um projeto, é preciso saber como melhorar a realização de cada uma delas. Então, confira aqui 3 dicas para otimizar esse processo: 

  1. Faça um cronograma de atividades: isso é crucial para saber os prazos de início e término de cada uma das etapas. 
  2. Sempre considere imprevistos: várias situações podem gerar atrasos, por isso, é importante ter planos para diminuir os efeitos negativos dos problemas que podem aparecer. 
  3. Use a tecnologia a seu favor: já existem muitas ferramentas que podem te ajudar a fazer um planejamento de obras eficiente, um deles é o Obra Prima. Clique na imagem abaixo e marque uma demonstração gratuita para conhecer o nosso sistema. 
software de gestão de obra

Coloque tudo que você aprendeu neste texto em prática e veja a diferença na sua construtora! 

Continue acompanhando o nosso blog para mais conteúdos como este, também siga o Obra Prima no Instagram, estamos sempre compartilhando novidades. 

Escute também o Obra Cast, o podcast do Obra Prima, temos muitos episódios com conversas interessantes e relevantes para quem trabalha ou tem interesse no setor. Clique na imagem abaixo e dê o play. 

banner obracast

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.