Menu

Pequenas construtoras: 6 diferenciais competitivos para crescer no mercado

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Conheça os diferenciais competitivos que as pequenas empresas podem adotar para impulsionar seu crescimento. 

É importante que você tenha os diferenciais competitivos da sua empresa na ponta da língua, com muita clareza, porque isso é determinante para o crescimento e sucesso dos seus negócios, principalmente para as pequenas construtoras. 

Quando estamos falando de um setor tão competitivo quanto o da construção civil, esses diferenciais são fundamentais para superar os desafios e obstáculos que surgem ao longo do desenvolvimento da empresa. 

O mercado da construção civil é dominado por grandes organizações. Entretanto, isso não quer dizer que não tenha espaço para as pequenas e médias construtoras atuarem. O cenário que envolve essas organizações revela um setor competitivo. Assim, para se destacar é necessário apresentar diferenciais

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 50% dos pequenos empresários não são capazes de identificar se estão tendo lucros ou prejuízos nos seus negócios. Além disso, existem um percentual considerável, de 30%, de companhias que encerram as suas atividades antes do segundo ano de atuação. 

Apesar dessas informações, existe um enorme potencial entre os empreendedores brasileiros. Uma pesquisa feita pela Endeavor (organização referência em fomento ao empreendedorismo no país) mostrou que a taxa de sucesso dos empreendedores brasileiros é mais alta do que a média do mundo.   

Assim, a grande parte dos dados e das informações aponta que o crescimento de uma companhia exige planejamento, conhecimento e gestão inteligente e eficiente.  

5 dicas para pequenas empresas que desejam crescer no mercado

Separamos cinco dicas importantes para as pequenas e médias construtoras que desejam crescer e ter sucesso neste setor tão competitivo, acompanhe: 

1.Planejamento estratégico para pequenas e médias construtoras

Uma das lições mais importantes que um empreendedor precisa saber é: não fazer nada sem um bom planejamento. Ou seja, é lógico que o crescimento da média ou pequena empresa depende também do planejamento das suas ações. 

Um planejamento bem feito possibilita que as pequenas e médias construtoras tenham um maior controle em relação ao seu funcionamento. Dessa maneira, o planejamento oferece um mapa detalhado do negócio e proporciona maior segurança para a gestão e nas tomadas de decisão. 

Planejar as ações para o presente e futuro com atenção e consciência é o que vai permitir que você alcance os seus objetivos de desenvolvimento. 

2. Aumento da produtividade e otimização dos processos

O crescimento de pequenas e médias construtoras exige o aumento na otimização e produtividade dos processos. Ou seja, reduzir os gastos em esforços e recursos na medida do possível. 

A otimização dos processos exige uma integração entre o time e um levantamento das tarefas executadas.

Os processos internos dessas construtoras, muitas vezes, são feitos de forma automática. Porém, eles não podem ser esquecidos, porque a sua otimização também diminui os custos e promove o crescimento da organização. 

O mapeamento completo simplifica a identificação de gargalos e soluções para aumentar a produtividade. 

3. Investimento inteligente

No setor da construção civil, os processos são decisivos para o sucesso da obra e, portanto, o investimento em tecnologia e treinamentos que contribuam para isso é fundamental. 

Investir na capacitação dos profissionais melhora a qualidade dos serviços que você oferece e ainda gera um diferencial competitivo para a sua empresa. Além disso, o investimento em ferramentas online pode diminuir os seus custos no longo prazo e aumentar a lucratividade. 

4. Marketing e comunicação como aliados para o desenvolvimento

O marketing é o melhor aliado das pequenas e médias construtoras que almejam o crescimento. Por meio de recursos de comunicação oferecidos pelas plataformas de marketing digital, principalmente em redes sociais, é possível divulgar a sua empresa e criar um relacionamento com os seus clientes. 

5. Uso de tecnologias como diferencial competitivo

O investimento em tecnologia é outro grande aliado no crescimento da sua empresa. Hoje em dia, existem vários softwares e programas que agilizam os processos e podem contribuir de maneira significativa na redução dos erros. 

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

O que é competitividade? 

A competitividade representa a capacidade de qualquer empresa de cumprir a sua missão com mais sucesso que as outras companhias competidoras no setor. Dessa forma, quando alcança um estágio de grande competitividade, a organização consegue uma rentabilidade igual ou maior. 

As estratégias competitivas que as empresas adotam podem ser classificadas em três tipos: 

  • Custo: Quando a empresa consegue produtos com um custo muito menor que dos seus concorrentes, o que é muito favorável para as pequenas construtoras, com suas estruturas mais enxutas;
  • Especialização: Quando a companhia se especializa em um nicho específico, em que encontra um ambiente de negócio mais favorável para o desenvolvimento das suas potencialidades;
  • Diferenciação: Quando a organização oferece produtos de qualidade ou serviços que são únicos, sem semelhança entre os concorrentes. 

Então, tendo em mente essas três estratégias, o empreendedor pode determinar a forma como sua própria empresa vai adotar os seus diferenciais competitivos. O importante é realizar uma boa radiografia de todos os setores da organização e avaliar onde é necessário investir um pouco mais de tempo, recursos financeiros e humanos, para os negócios decolarem. 

6 diferenciais competitivos para pequenas construtoras

Agora, vamos para os diferenciais competitivos para as pequenas construtoras: 

1. Planejamento estratégico

Por menor que a sua construtora seja, ela não pode deixar de ter um planejamento estratégico em que define claramente os objetivos, quando e de que forma pretende atingi-los. 

Obrigatoriamente, essa planificação parte de uma análise dos ambientes internos e externos, ou seja, do conhecimento das suas forças e fraquezas, assim como do cenário atual. 

2. Mão de obra qualificada

O fato de ter um time reduzido dá condições melhores de fazer uma seleção mais apurada, para contar com profissionais mais qualificados, que entregam mais produtividade e qualidade das tarefas. 

Na medida do possível, desenvolva políticas próprias para o incentivo e valorização do trabalho. O aporte que fizer em qualificações, com certeza, vai ter retorno em eficiência, agilidade e diminuição significativa dos desperdícios, com repercussão no produto final e no seu lucro. 

3. Gestão financeira eficiente

Os donos de empresas menores costumam ser cuidadosos com suas construções, mas nem tanto com as suas finanças, aí está o problema. A gestão financeira envolve o planejamento, análise e controle de todas as atividades financeiras das empresas, com o intuito de otimizar a lucratividade. 

4. Controle e planejamento de compras

Com o grande crescimento dos preços dos materiais e insumos nos últimos tempos, este se tornou um aspecto ainda mais importante como diferencial competitivo. Uma escolha de bons fornecedores e o controle eficiente do seu estoque de materiais podem diminuir de maneira significativa os seus custos. 

5. Tecnologia e inovação

Por ser um setor tradicionalmente de utilização intensiva da mão de obra, a construção civil no país é muito conservadora e ainda patina na modernização dos processos. Em relação às pequenas e médias construtoras, permanece a ideia de que essas novas tecnologias são dirigidas primeiro para as grandes organizações e só residualmente para as pequenas empresas. 

Na verdade, já existem diversos setores que focam em pequenas e médias construtoras, como o Obra Prima! Ele é ideal para as empresas que estão buscando soluções de gestão de obras, sem os custos das plataformas tradicionais.

Quer conhecer todas as vantagens, funcionalidades e diferenciais do Obra Prima? Então, clique na imagem abaixo e agende uma demonstração gratuita e sem compromissos do nosso sistema: 

Software de gestão de obras

6. Marketing e presença online

Esta é outra área em que é necessário reforçar que não se trata de assunto de grandes empresas, porque o marketing também é um diferencial competitivo ao alcance das pequenas construtoras. 

Envolvido com tantas questões relacionadas diretamente às construções, os gestores costumam descuidar deste aspecto. Então, preste atenção para ter uma boa marca e divulgá-la para o seu público-alvo. 

Mostre os seus diferenciais competitivos!

Agora que você já sabe o que são os diferenciais competitivos, você pode começar a conquistar mais clientes e se desenvolver no mercado. 

Para ter acesso a mais conteúdos como este, acompanhe o blog do Obra Prima e siga a nossa conta no Instagram. 

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Pequenas construtoras: 6 diferenciais competitivos para crescer no mercado

Pequenas construtoras 6 diferenciais competitivos para crescer no mercado
Pequenas construtoras 6 diferenciais competitivos para crescer no mercado

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.