Menu

Passo a passo da construção civil: Como fazer o controle de obras?

Amanda Libia

Compartilhe nosso conteúdo

Descubra que passos seguir para otimizar seu controle de obras na construção civil.

O acompanhamento de obras e a gestão de detalhes durante a execução são um desafio para muitos gestores. 

Mesmo com o auxílio de diferentes tecnologias, construtoras ainda enfrentam atrasos, prejuízos e desperdícios, que impactam a qualidade final e comprometem a competitividade no mercado de construção civil.

O motivo principal para esse descontrole, para grande parte das construtoras, é a dificuldade em organizar e manter o controle de obras desde os primeiros momentos do planejamento.

Sem ter em mãos informações claras e completas do que se espera que aconteça no canteiro de obras, é ilusão pensar que será possível garantir um acompanhamento eficiente.

Sua construtora sofre com esses problemas e dores? Acompanhe aqui, então, o passo a passo da construção civil para conquistar um maior controle de obras.

Controle de obras: acertando desde o começo…

Conheça aqui o passo a passo essencial para garantir máximo controle de obras para sua construtora, otimizando cada etapa do planejamento, execução e entrega para alcançar os melhores resultados em todos os projetos.

Passo 1 – Defina um escopo de obras completo e que guie o planejamento

Todo planejamento, na verdade, começa com a identificação do que deve ou não ser considerado na concepção do projeto, ou seja, na definição do escopo. 

É a partir dessa visão geral que elementos específicos, como cronograma, orçamento, materiais, estruturas e outros, são definidos.

É por isso que ter cuidado e atenção na hora de criar o escopo do projeto para o cliente ou para futura venda é essencial no controle de obras. Mesmo que o planejamento seja alterado durante a execução e alguns detalhes do projeto mudem, o escopo sempre se mantém.

Um bom escopo deve conter:

  • Objetivos do projeto;
  • Principais requisitos para cumprir os objetivos;
  • Características e sistemas construtivos;
  • Primeiras estimativas de custo;
  • Orientação geral sobre prazo final de entrega;
  • Stakeholders envolvidos no projeto;
  • Principais riscos e oportunidades identificados.

É a partir desses itens que os demais começam a ser definidos e detalhados para que se chegue ao planejamento completo da obra e a execução possa começar. 

E é aqui que os principais ajustes na ideia que o cliente tem de como será o empreendimento começam a ser desenvolvidos para tornar a obra executável e viável.

Passo 2- Estabelecer um bom processo de gestão de suprimentos

Garantir que mão de obra, materiais, equipamentos e qualquer outro suprimento necessário esteja disponível no momento certo e na quantidade correta é indispensável no controle de obras.

Sem isso, seu cronograma, orçamento, produtividade e qualidade ficam comprometidos. Isso significa que é preciso fazer uma gestão de suprimentos integrada com a administração do canteiro, financeiro, estoque e departamento de compras.

Uma das ferramentas que mais pode auxiliar nesse passo é a homologação de fornecedores, oferecendo bases desde o primeiro levantamento de preços e prazos de entrega para avaliar o comprometimento, qualidade e profissionalismo dos fornecedores. 

Assim, sua construtora consegue negociar condições de entrega e pagamento que melhor atendam às necessidades do projeto.

O software de gestão de obras é outra ferramenta diferencial para a gestão de suprimentos, uma vez que integra cronogramas, orçamentos e riscos para um acompanhamento da disponibilidade e uso dos suprimentos, evitando surpresas com imprevistos.

Passo 3 – Controle o fluxo de caixa

Se todo o controle de obras depende de garantir que o projeto receba os suprimentos e recursos necessários para a execução, não pode ser surpresa que o controle financeiro, principalmente do fluxo de caixa, seja um passo essencial.

Conseguir registrar todo o dinheiro que entra e sai do caixa da construtora, comparando com as datas de pagamento e recebimento esperados é parte fundamental para que o pagamento de contas e investimentos feitos tenham uma visão estratégica.

É conhecendo seu fluxo de caixa e o que esperar do futuro próximo que permite às construtoras definir o melhor momento de realizar uma compra ou negociar as opções de pagamento e parcelamentos com o fornecedor que sejam mais vantajosas para o projeto.

Leia também:

Dicas rápidas para manter o fluxo de caixa da construtora em dia! >

Passo 4 – Conheça os documentos da obra

Cada obra que a construtora executa possui um grupo de documentos específicos que são necessários e que compõem a parte burocrática do planejamento e execução de obras.

É impossível conseguir um controle de obras sem conhecer os documentos necessários, quais as licitações, registros e documentos é preciso criar, o que enviar para órgãos de fiscalização e o que utilizar como controle interno.

É sempre importante lembrar que esses documentos podem ter custos, podem exigir o acompanhamento de profissionais especializados e que, quando feitos de forma incorreta ou ignorada, geram prejuízos com encargos ou perda de controle na execução.

Passo 5 – Desenvolva uma Estrutura Analítica do Projeto (EAP) e a lista de atividades

A EPA é um documento essencial para otimizar o planejamento e garantir um acompanhamento detalhado da obra durante a execução. Nele, os elementos identificados no escopo são organizados de acordo com hierarquia e em pacotes de atividades.

Com isso, a construtora ganha um guia planejado de como a execução deve evoluir para que cronogramas de obras sejam otimizados e o projeto seja bem detalhado antes da execução ser iniciada.

Quanto mais cuidado e detalhes a construtora colocar no desenvolvimento do EAP, melhor será o cronograma e mais produtivo será o trabalho no canteiro de obras.

Passo 6 – Crie um cronograma eficiente

Utilizando todos os dados levantados nos passos anteriores, é hora de estabelecer as estimativas de tempo para que cada atividade seja executada e para que a obra seja concluída.

Se sua construtora possui um arquivo de obras anteriores, consultar cronogramas e anotações de projetos similares é de grande ajuda, evitando que erros anteriores sejam repetidos.

Sua principal base na criação do cronograma deve ser o EAP e a observação do percurso dos trabalhos no canteiro de obras. É preciso identificar a ordem das atividades (primeiro o alicerce, depois as paredes, depois o telhado, para dar um exemplo óbvio).

Identifique as atividades que podem ser executadas ao mesmo tempo e aquelas que dependem de um serviço terminado antes de começar, elimine tempo ocioso desnecessário e aproveite para verificar se não vai faltar mão de obra para começar uma atividade por ela estar ocupada em outra.

Acompanhamento de obras sem erros para controle de obras eficiente

Com cada um desses passos seguidos e preparados, sua obra chega ao período de execução e, para que o controle seja otimizado, de acompanhamento de obras. De nada adianta calcular cada passo antes da execução se quando a obra começa a ser construída a construtora não se preocupa em verificar se o planejamento está sendo cumprido.

Acompanhar as atividades dia a dia, identificando problemas não previstos, antecipando pequenos atrasos e corrigindo falhas é a única forma de ter um verdadeiro controle de obras.

Lembre-se sempre que, por melhor que seja seu planejamento, imprevistos fazem parte da construção civil, o que importa é identificá-los e corrigi-los antes que se tornem prejuízos.

Nesse momento, a melhor opção para construtoras é contar com ferramentas que facilitem o dia a dia do gestor, como o software de gestão de obras. Esse sistema oferece uma visão geral da obra, acessibilidade a documentos e comunicação otimizada e funcionalidades focadas em acompanhamento de obras com integração de departamentos.

O uso do software de gestão de obras no controle de obras são um diferencial indispensável para as construtoras. Conheça aqui todos os benefícios.

Experimente o nosso software de gestão de obras

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Passo a passo da construção civil: Como fazer o controle de obras?

Como você faz o controle de obras? Descubra que passos seguir para otimizar seu controle de obras na construção civil.
Controle de obras
Controle de obras

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.