Pesquisar

Economia na obra: como gastar menos na construção?

Como ganhar mais dinheiro na construção civil? Como fazer economia na obra e organizar os lucros em tempos difíceis? Acompanhe as dicas e descubra.

O momento atual no Brasil é carregado de preocupações. Com a recessão que promete atingir todo o mundo por causa do coronavírus e os grandes debates sobre o futuro da economia no país é natural se sentir um pouco perdido. Mas mantenha a calma, as nuvens negras não são um sinal do fim do mundo! E com a visão estratégica certa, o seu negócio vai conseguir passar por essa.

Ainda que seja um período de grande tensão, o mercado da construção civil passou muitos anos se reerguendo. Recuperando resultados depois da última queda econômica, está mais preparado para manter seu crescimento e sofrer menos impactos. É momento de construtoras terem atenção, mas sem perder a esperança dos dias melhores que estão por vir.

Prevenção e preparação são as palavras para o momento. Com os projetos parados, é hora de investir em processos e melhorias, reduzir custos, aumentar o controle e melhorar os lucros para retomar os trabalhos com força total.

A sua construtora está preparada para retomar seu crescimento focando em gestão e economia? Se a resposta ainda é não, é o momento perfeito para focar as atenções e reverter a situação. Que tal descobrir novas formas de garantir mais economia para o ano de 2020 e ter os melhores resultados com clientes e projetos?

Acompanhe as dicas para ter mais economia na obra e descubra novas formas de aumentar seu lucro sem ter que aumentar seus preços.

Economia na obra: dicas essenciais para reduzir custos

Economizar depende de analisar com cuidado detalhes, e são esses detalhes que trazemos para as construtoras. Acompanhe as 5 principais dicas para o atual momento e reduza seus custos com inteligência e sem perder qualidade.

1. Planeje bem e cuide de tudo em etapas

Existem diversos detalhes que devem ser trabalhados na redução de custos, como veremos nas outras dicas, mas tudo começa com um bom planejamento de tudo.

Estabeleça um bom cronograma de obras utilizando as mais novas tecnologias do mercado. Isso vai te ajudar a organizar o tempo, reduzindo atrasos, e garantir que nenhum detalhe seja esquecido, gerando alterações e retrabalhos. Tudo isso custa muito caro no final do projeto.

O cronograma detalhado deixa mais clara as etapas da obra, garantindo que a programação da compra de materiais e contratação de mão de obra ocorra no tempo certo. Com isso a construtora elimina a necessidade de pagar pelo tempo ocioso dos trabalhadores e pagar mais caro por materiais comprados de última hora.

Confira aqui um conteúdo exclusivo com dicas para fazer o orçamento de mão de obra!

2. Relatório parece chato, mas ajuda a reduzir gastos

Mais do que um controle para prestação de contas, o relatório diário é uma forma de agir preventivamente. Esse acompanhamento permite ver falhas e atrasos antes que ele afete o projeto, permitindo corrigir tudo antes de perder dinheiro.

Permite, ainda, perceber onde falhas de planejamento podem ocorrer se o projeto segue como está. Mesmo que o planejamento tenha sido feito com todo o cuidado, a construção civil é um setor onde surpresas sempre aparecem, estar preparado e percebê-las cedo é um grande diferencial para quem não quer ter prejuízos.

3. A mão de obra contratada é o carro chefe da obra

De nada adianta planejamento e controle se os trabalhadores contratados não são especializados no serviço que será realizado. Tenha na sua equipe engenheiros acostumados com o tipo de obra a ser desenvolvido, arquitetos que atendam as especificidades do projeto e uma equipe preparada e motivada.

Compare valores de equipes de construção, busque indicações e tenha referências. Lembre-se: o profissional mais barato pode ser o que comete erros e causa prejuízos. Não entenda mal, não significa que você deve buscar o mais caro, só que o valor cobrado não deve ser sua prioridade, é uma economia ilusória.

4. Bons materiais exigem pesquisa e atenção

É aqui que muitos erros são cometidos. Existem materiais de construção baratos em variadas faixas de preço e o mesmo produto, da mesma marca, pode mudar o valor de uma loja para outra. Realizar uma pesquisa detalhada, então, é essencial.

Primeiro, identifique os produtos que sua construtora sabe que oferecem bons resultados para as estruturas e acabamentos. A integridade, qualidade e beleza da obra deve sempre ser uma prioridade, é a partir disso que os clientes avaliam seu trabalho.

Uma vez identificadas as melhores opções, comece a comparar preços. Uma boa opção é tentar compras grandes volumes e direto com o fornecedor, o que te oferece melhores condições de negociar preços e prazos de pagamento. 

Muitas vezes, essa pesquisa e negociação faz a compra final ser menos custosa do que aquele desconto no preço de alguns produtos que atraiu a atenção na primeira loja.

5. Sustentabilidade sempre gera economia

Não é nenhum segredo que sustentabilidade tem sido um tema de grande força na construção. Controlar o consumo de água, buscar o melhor aproveitamento de materiais e utilizar materiais recicláveis e reutilizáveis é um diferencial de mercado e no orçamento.

Saiba mais sobre sustentabilidade na construção civil!

Desenvolver pequenos protocolos no canteiro de obra permitem alcançar essa sustentabilidade e economizar. Um dos exemplos é não utilizar o mesmo balde para transportar água e cimento, mesmo que seja feito um depois do outro.

Se o cimento e água não forem utilizados completamente, o resultado, no final do dia, será uma placa dura e grossa de cimento. Isso significa que aquela quantidade de cimento foi perdida, além de fazer com que a lata seja inutilizável e tenha que ser substituída.

Esse pensamento sustentável alcança até mesmo o momento da compra de materiais. Lojas especializadas na venda de materiais de demolição e reciclados podem ser o paraíso da economia. Não é difícil encontrar madeira, granito, vidro e azulejos com boa qualidade e em preços muito inferiores a lojas.

Economia na obra começa com uma boa gestão

Gerenciar as etapas da obra e garantir um alinhamento perfeito entre planejamento, orçamento, cronograma e execução é o que faz todas as dicas de economia na obra funcionarem em potência máxima. É preciso sempre investir no negócio e, com o investimento certo, os lucros são muito maiores que os gastos.

Aplicativos de gestão de obra, que antes eram uma vantagem, agora são uma necessidade para as construtoras. Apenas com um controle centralizado dos processos é possível garantir que cada nova forma de trabalhar seja eficiente e os erros sejam eliminados, evitando prejuízo e gerando economia.

Quer orçamentos mais precisos, modelos de relatórios diários de obra eficiente e cronogramas fáceis de utilizar? Acompanhe os conteúdos da Obra Prima e saiba como conseguir.

Experimente o nosso software de gestão de obras

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.