Menu

O que é a topografia na construção civil? 

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Você sabe o que é a topografia na construção civil? Descubra aqui e entenda a sua relevância para a gestão de obras das empresas desse setor. 

Na construção civil, não há como negar a importância da topografia. Isto é, o estudo topográfico dos terrenos, da representação altimétrica ou planimétrica dos seus pontos, como considerações de relevo, acidentes geográficos, entre outros. 

A origem da palavra topografia é grega, “topo” significa “lugar” e “graphen” quer dizer “descrever”. Ou seja, é a descrição detalhada e exata de um lugar, incluindo a medição das distâncias. 

Na prática, a planta topográfica fornece dados e informações em relação às curvas de nível, relevo, perfil longitudinal, elementos presentes no local, seções transversais, cálculo da área, metragem, pontos cotados, coordenadas geográficas, acidentes geográficos e norte magnético. 

Qual é a importância da topografia na construção civil?  

Se bem feito, um projeto topográfico é essencial em diversos momentos das obras. Um estudo representa cerca de 5 a 7% dos gastos da fase de projeto. Comparado aos seus benefícios, esse valor é muito baixo. 

Na etapa de construção das obras, a topografia tem o papel de auxiliar diversos procedimentos. Vale ressaltar alguns cruciais: 

  • Demarcar os limites do terreno;
  • Nivelamento e locação dos furos de soldagem;
  • Demarcar todo o esquadro para realizar as obras;
  • Nivelar o terreno de maneira geral;
  • Evitar possíveis erros no nivelamento, eixos desencontrados e prumada;
  • Acompanhas as prumadas dos pilares;
  • Nivelar lajes e pesos, além de marcar as áreas de jardim e lazer;
  • As-built das obras;
  • etc. 

Também é possível determinar de maneira analítica as medidas do perímetro e da área, localização, variações no relevo e fazer a representação gráfica em plantas ou cartas. 

Já na etapa de pós-obra, a topografia é usada para realizar o controle da estrutura construída, permitindo a análise de possíveis deslocamentos, evitando precocemente desmoronamento e danos em potencial. 

O que a topografia precisa?

Para fazer o levantamento topográfico, é preciso ter um profissional habilitado com os conhecimentos na área. A pessoa ideal para ocupar esse papel é um topógrafo que será capaz de executar o procedimento da maneira correta.  

Além disso, quem vai ocupar esse cargo precisa saber como manusear os equipamentos para que seja feito o levantamento com precisão e qualidade. Essa área pode ser usada em obras de casas e prédios, mas também é útil na urbanização, através de um plano diretor de desenvolvimento da cidade. 

Esse planejamento vai envolver as etapas das obras em relação ao esgoto da cidade, eletricidade, rede telefônica, abastecimento de água e, principalmente, no sistema de rodovias, estradas e ferrovias. 

Para realizar o levantamento, existem três categorias principais de equipamentos necessários: 

  • Teodolito: equipamento muito tradicional, em desuso e antigo. Consiste em um telescópio móvel montado entre os eixos horizontais e verticais que tem a função de medir ângulos. 
  • Taqueômetro: estação total, como também é conhecido, essa ferramenta fornece informações sobre ângulos e distâncias. Esses aparelhos ganharam protagonismo ao proporcionar um aumento na produtividade dos levantamentos. 
  • Aparelho de geoprocessamento: dá todas as informações anteriores e também as variações de nível. Esse é um equipamento mais preciso e coordenado via satélite. 

Além desses três, os drones passaram a ser usados como uma ferramenta de apoio para os estudos da topografia, especialmente em regiões de acessibilidade mais restrita. 

Nivelamento Topográfico

Um dos motivos da topografia ser tão importante para a construção civil é o nivelamento topográfico, você sabe o que é isso? Deixa a gente explicar. 

Esse é um serviço que obtém todos os dados importantes de um terreno. As medidas do seu perímetro e da sua área, sua orientação, mudanças no relevo, tudo isso faz parte dessa tarefa. Todas essas informações são fundamentais para se formar um projeto excelente de construção que, no futuro, não vai apresentar nenhum tipo de problema. 

Ao realizar o projeto das obras, é essencial executar o levantamento topográfico. Com o uso dos princípios e regras da matemática, ele contribui para se fazer o reconhecimento do terreno, implementando as construções da melhor maneira possível, respeitando todas as normas vigentes para garantir a sua qualidade e segurança. 

Três materiais são necessários para que o levantamento seja possível:

  • as plantas ou cartas topográficas; 
  • cadernetas de campo, que são apenas os registros das medições feitas e os croquis;
  • o relatório, que vai ter uma descrição detalhada da metodologia adotada, as especificações dos serviços e quais foram os equipamentos usados.  

O nivelamento tem diversas aplicações. Por ser um trabalho versátil, ele tem uma grande popularidade, entre as suas principais funções podemos citar: 

  • determina as dimensões das áreas rurais e urbanas;
  • levantamento altimétrico em áreas de interesse;
  • elabora perfis rodoviários ou de rios e canais;
  • auxilia no cadastro de imóveis;
  • determina o volume dos aterros;
  • obtém quantitativos em relação ao volume;
  • realiza seções transversais
  • etc. 

Sabia que a topografia tem etapas? 

Para ter um resultado satisfatório, a topografia precisa seguir rigorosamente algumas regras. Dessa maneira, é possível garantir com exatidão todo o projeto e, por consequência, a segurança. As três principais etapas são: 

Etapa 1: Topometria

Basicamente, essa primeira etapa trata da medição dos ângulos e das distâncias. Assim, é possível imitar as características do terreno o mais fielmente possível. Essa fase possui algumas subdivisões, como a planimetria, que vamos explicar daqui a pouco, mas aqui se medem os ângulos e distâncias no plano horizontal, como se a área estivesse sendo vista de cima e a altimetria, que também já vamos explicar, mas, é quando acontece o contrário e o estudo é realizado como se tivesse sendo visto verticalmente, como um corte.  

Etapa 2: Topologia

Essa é a parte da topografia que interpreta os dados obtidos através da primeira etapa. Afinal, essa análise facilita a realização do levantamento e o desenho, permitindo um controle mais sobre possíveis equívocos. 

Etapa 3: Taqueometria

Essa última etapa trabalha a divisão do levantamento de pontos de um terreno. Dessa forma, é possível obter com maior agilidade e facilidade as plantas com curvas de nível, que permitem a representação de variações de níveis no plano horizontal. 

Fases da Topografia

Além de etapas, a topografia também tem fases. Afinal, o levantamento é separado na fase da coleta, no processamento e no tratamento dos dados, disposição e gerenciamento das informações disponíveis. 

Para realizar, é preciso antes de tudo determinar os pontos de referência para situar os elementos de todo o terreno. O profissional então vai marcar um ponto aleatório como piquete. Essa será a partida do estudo.

Um aparelho conhecido como Estação Total será posicionado no ponto inicial para medir os ângulos e as distâncias. É necessário que o centro desse instrumento fique exatamente em cima do primeiro ponto, pois é a partir dele que a distância até o próximo será determinada.

Os topográfos responsáveis medem a posição, isso quer dizer que eles medem o ângulo e a distância de cada um dos elementos do terreno em relação ao poligonal com um sensor infravermelho da Estação Total. 

Além disso, essas informações são inseridas na planta ou carta topográfica, que vai ser entregue aos projetistas. Neste ponto, o estudo topográfico já está pronto e finalizado. 

Topografia na construção civil: estudos usados na área

Existem duas possibilidades mais comuns de usar a topografia na construção civil: planimétrico e altimétrico. 

Os estudos planimétricos não levam em consideração o relevo do terreno, porém fornece material adequado para a conferência de medidas de terra, projetos gerais de engenharia e demarcação dos terrenos. 

Já os estudos altimétricos determinam e apontam quais serão os relevos e desníveis considerados nas obras civis. 

Por isso, quando o profissional experiente faz o levantamento topográfico, ele usa tecnologias de qualidade e o resultado final é mais preciso e cheio de detalhes. Isso dá condições para os engenheiros ou arquitetos criem e executem os seus projetos sem grandes surpresas desagradáveis.  

A evolução da tecnologia na topografia

A topografia garante segurança significativa nos últimos anos. Na década de 1980, os levantamentos eram realizados com equipamentos manuais como teodolitos, mas atualmente realizamos todos os cálculos com ferramentas digitais e eletrônicas.

Leia também:

6 tecnologias imprescindíveis para a construção civil | Obra Prima

Isso quer dizer que essa é a era das estações totais, níveis digitais, mesas digitalizadoras, plotters, GPS, softwares gráficos, restituidores, etc. Essa realidade exige ainda mais conhecimento por parte dos profissionais que atuam nesta área. 

Além de um curso profissionalizante e de um registro no Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agricultura), quem vai atuar como topográfo ainda precisa conciliar os seus conhecimentos em informática, eletrônica, cartografia, posicionamento de satélite e geodésia. 

Entendeu a importância da topografia na construção civil?

Com certeza, esse não é um tema fácil, muito menos simples, mas é fundamental para a gestão de obras das construtoras. Para conhecer outros estudos e assuntos relevantes no setor construtivo, conheça o blog do Obra Prima e siga o nosso Instagram. 

Somos um software de gestão de obras com soluções para pequenas e médias construtoras que querem crescer no mercado. Afinal, organizar os seus orçamentos, fazer o gerenciamento e o planejamento e estabelecer uma comunicação eficiente com o seu time e com o cliente nunca foi tão fácil. 

Por isso, aqui, falamos sobre tudo que faz parte deste universo, desde a estratégia na hora de fechar um negócio até as tecnologias e inovações que você não pode perder. Então encante os clientes, viva uma rotina menos complicada e veja a sua construtora crescer de verdade. 

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

O que é a topografia na construção civil? 

Você sabe o que é a topografia? Esse é um estudo muito importante para a qualidade e segurança das obras dentro da construção civil. Confira:
O que é a topografia na construção civil?
O que é a topografia na construção civil?

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.