Menu

Inovação: robô construtor pode assentar 3 mil tijolos

Luiza Martin

Compartilhe nosso conteúdo

Mesmo bastante presente nas discussões sobre o futuro da tecnologia na construção civil, a robotização dos canteiros ainda é tímida. Entenda porquê.

Assentar três mil tijolos ao dia é suficiente para erguer uma casa de seis cômodos. Mas qual é a mão de obra necessária para conquistar tal façanha? Se depender da inovação e da tecnologia na construção civil bastaria um robô construtor. E isso melhoraria muitos os resultados de gestão da construtora.

Eles já não são mais novidade na construção civil. Mas ainda estão longe de se popularizar. São nas grandes obras que exigem curto prazo para execução que eles encontram o primeiro lugar. Já que são máquinas robustas e caras.

Há pouco mais de um ano, o primeiro robô de construção em larga escala foi usado ao ar livre. Ele recebeu o nome de Hadrian X. Ele promete concluir uma casa, do início ao fim, em apenas dois dias.

Mas fato é que esses robôs ainda dependem da intervenção humana para apresentar tais desempenhos. O robô Sam, por exemplo, exige o apoio de um finalizador, que retire os excessos de argamassa, de um abastecedor de tijolos e massa.

Ou seja, ao dividir por três o resultado do trabalho robotizado, o resultado é praticamente o mesmo desempenhado por humano que assente de 900 a 1 mil tijolos ao dia.

Fato é que os robôs construtores precisam se tornar vantajosos a ponto de serem construídos em larga escala.

Quando os robôs construtores levarão inovação ao seu canteiro?

Se você é construtor, provavelmente já assistiu a esse vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=Rnq03rXMMsk

Mas também é provável que nunca tenha visto pessoalmente a operação de uma máquina como essa. E deve estar se perguntando em quanto tempo tais tecnologias da construção civil chegarão à sua construtora, a um bom custo-benefício.

Dizer que até 2025 a mão de obra humana será substituída pela robótica nos canteiros de obra é muito arriscado. Afinal de contas, os projetos de obra têm cada vez mais requisitado criatividade para lidar com terrenos e espaços pequenos. E as máquinas ainda são muito robustas para caber em todos os lugares.

Mas é possível ter certeza de que o mercado dos robôs da construção chegue a valer US$ 400 milhões até 2025.

Mas de alguma tecnologia baseada em inovação, robótica e automação você poderá usufruir em breve!

O robô scanner vem aí!

Você já deve ter visto também o exoesqueleto chinês, que permite um aumento na capacidade humana de transportar cargas. Com o uso desse equipamento é possível erguer 20 quilos como se fossem 12 quilos.

Além da associação máquina-humano, os robôs humanoides também já estão sendo usados no Japão. O HRP-5p tem 1,82 metros de altura e é capaz de posicionar e fixar sozinho uma placa de dry wall.

Agora chegou a vez do pequeno Hermes, um robô feito para acompanhar o andamento da obra e emitir um relatório em 3D.

Antes da invenção, um funcionário passava dois dias no canteiro para produzir uma documentação fiel do andamento da obra. Isso porque a máquina era colocada em um tripé pelo funcionário, que apertava o botão e esperava 10 minutos até a próxima mudança de posição.

Hoje, basta que esse mesmo colaborador mapeie os pontos de parada para que o Hermes opere o relatório em 3D.

Essa é uma tarefa importante principalmente para longos projetos feitos em construtoras de grande porte. Mas nada impede que a sua PME (Pequena e Média Empresa) ofereça isso ao cliente como um diferencial.

E você, além dessas três formas de automação e robotização quais acrescentaria à lista?

Experimente Obra Prima e descubra como a tecnologia pode trazer mais produtividade. Comente abaixo sobre sua experiência!

Clique aqui para experimentar!

Funcionalidades do sistema Obra Prima
Funcionalidades do sistema Obra Prima
Quero conhecer o sistema Obra Prima

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Inovação: robô construtor pode assentar 3 mil tijolos

A robotização é sinal de inovação no canteiro de obras, mas ainda não chegou, de fato até ele. Saiba como anda este mercado da construção civil.
Robô construtor é inovação na construção
Robô construtor é inovação na construção

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.