Pesquisar

Guia básico da empreitada na construção civil

Você quer descobrir o que é empreitada na construção civil e quando é uma boa ideia usar essa solução nos seus projetos? Descubra aqui.
Guia básico da empreitada na construção civil
Guia básico da empreitada na construção civil

Saiba como a empreitada na construção civil funciona e como pode ajudar sua construtora a crescer dentro do mercado.

Cada obra realizada por uma construtora é um universo complexo, cheio de detalhes e a situação das empresas se torna ainda mais complexas quando é preciso realizar a gestão e execução de mais de uma obra ao mesmo tempo.

As complexas questões da construção civil podem gerar muitas dores para as construtoras, que precisam acompanhar o dia a dia no canteiro de obras, controlar orçamentos, cumprir prazos e garantir disponibilidade de materiais, equipamentos e mão de obra o tempo todo.

Além disso, muitas vezes é preciso controlar todos esses pontos em diferentes obras com diversas etapas acontecendo simultaneamente em cada canteiro de obras e nos diferentes canteiros.

Mesmo que pareça um pesadelo, não é preciso se desesperar. A construção civil sempre oferece possibilidades de tornar todas essas complexidades um pouco mais simples e entre essas soluções está a empreitada.

Veja aqui o guia completo para entender como o sistema de terceirização de serviços da empreitada funciona e como pode beneficiar os projetos da sua construtora.

O que é empreitada na construção civil?

Guia básico da empreitada na construção civil

Como mencionamos na introdução, a empreitada é um processo de terceirização de serviços da construção civil, sendo uma forma da construtora aumentar sua mão de obra para atender maiores e simultâneas demandas colocando outra empresa como responsável pela execução e supervisão de um projeto completo ou de serviços específicos.

Empreitada, então, nada mais é do que contratar uma empreiteira como prestadora de serviços terceirizados em um projeto da construtora. 

Ainda que seja estranha a ideia de contratar uma empresa para executar um serviço que sua construtora tem o conhecimento para executar, essa é uma prática muito comum e que pode ser muito lucrativa para as construtoras.

É um processo muito aplicado para que a construtora não tenha que:

  • Dispensar contratos por falta de equipe e tempo para gestão;
  • Trabalhar com prazos mais longos por falta de mão de obra;
  • Ampliar a contratação de funcionários gerando custos mais altos por causa de projetos específicos.

Em lugar de limitar a capacidade de execução de novos e mais projetos ou ter que apresentar orçamentos e cronogramas muito mais altos e longos para o cliente, a construtora pode optar pela contratação de uma equipe terceirizada para realizar o novo projeto ou uma etapa específica de uma obra mais complexa.

Quando a empreitada é utilizada?

Guia básico da empreitada na construção civil

Uma equipe terceirizada pode ser utilizada em qualquer tipo de serviço e projeto da construção civil, no entanto, quando falamos em empreitada, o mais comum é que essa equipe seja contratada para instalações:

  • Elétricas;
  • Hidráulicas e sanitárias;
  • Estruturas para sistema de ar-condicionado;
  • Elevadores;
  • Esquadrias.

É muito comum também que sejam uma mão de obra utilizada na realização de serviços de revestimento ou como empresas fornecedoras de serviços de polimento e aluguel de equipamentos.

Além de serviços específicos, recomenda-se utilizar a empreitada para:

Obras maiores ou em maior número do que as que a construtora está acostumada

É natural que construtoras que desejam ver crescimento busquem por obras cada vez maiores ou fechar contratos para a execução de mais de uma obra ao mesmo tempo.

Mesmo sendo comum, essa mudança em busca de crescimento exige mais da construtora do ponto de vista da gestão e, obviamente, na quantidade de mão de obra que possui. 

Uma alternativa é contratar mais profissionais CLT, no entanto, ela vem com o problema: o que acontece com esses trabalhadores se o volume de obras for reduzido nos meses seguintes?

Assim, antes de assumir o compromisso de contratos trabalhistas em regime CLT, melhor a construtora contratar uma empreiteira para assumir esses projetos até ter a certeza de ter mais obras ou obras maiores será uma realidade da construtora e não uma situação momentânea.

Obras com prazos muito curtos e urgentes

Acelerar a execução de um projeto sempre vai exigir mais mão de obra no canteiro e a execução do máximo de atividades e etapas simultâneas quanto possível.

Melhor do que contratar trabalhadores e ter que lidar com custos de finalização de contrato é garantir a disponibilidade de mão de obra pontual para cumprir com os prazos urgentes com a empreitada.

Obras que exigem profissionais especializados que a construtora não possui disponível no prazo necessário

Sua construtora pode ter os melhores profissionais, especializados em diferentes atividades, mas sempre pode acontecer de precisar de um engenheiro elétrico, por exemplo, quando ele está indisponível por causa de outro projeto.

Utilizar a empreitada para contratar um outro profissional para suprir essa necessidade específica, então, é a saída perfeita.

Tipos de empreitada: conheça os 4 principais

Guia básico da empreitada na construção civil

Existem 4 tipos principais de empreitada:

  • Preço unitário: nesse tipo se estabelece o valor da unidade em que a empreiteira irá trabalhar, incluindo custos de mão de obra, equipamento e materiais fornecidos por eles para a conclusão daquele serviço ou conjunto de atividades específicos
  • Integral: todo o projeto fica a cargo da empreiteira, sendo considerado o contrato finalizado quando o projeto é entregue concluído, higienizado, com todos seus elementos instalados e já pronto para uso. No entanto, é importante destacar que esse tipo de empreitada ainda coloca a responsabilidade sobre a obra na construtora.
  • Mista: segue as mesmas diretrizes da empreitada integral, com a diferença de que a empreiteira assume a responsabilidade pelo projeto, incluindo até mesmo os encargos trabalhistas relacionados à obra.
  • Global: é o mesmo processo de total responsabilidade e execução do projeto pela empreiteira, diferenciando-se apenas pelo pagamento ser feito de forma integral no momento da contratação e não existir um cronograma com prazo final a ser cumprido para a entrega da obra finalizada.

Empreitada e outras alternativas: tomando decisões para o crescimento na construção civil

Guia básico da empreitada na construção civil

Observando as características e tipos de empreitada é possível perceber que, utilizada nos momentos corretos, pode ser uma alternativa muito lucrativa para a construtora e gerar muito crescimento de mercado.

No entanto, saber qual é o momento certo e a melhor opção para a gestão de cada obra da sua construtora sempre vai depender de conhecer bem o mercado da construção civil.

Para ajudar sua construtora a tomar decisões de forma estratégica, o Obra Prima traz os principais temas em conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil. Acompanhe o nosso blog e siga o Instagram para aproveitar as melhores oportunidades.

Experimente o nosso software de gestão de obras

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.