Pesquisar

Gestão financeira de projetos: como garantir o orçamento?

Descubra quais são os principais desafios na gestão financeira de projetos e veja como garantir o cumprimento do orçamento! 

O planejamento, orçamento e controle são aspectos essenciais e decisivos para um projeto da construção civil. Por isso, precisam de dedicação total e atenção redobrada na sua elaboração. 

A gestão financeira de obra, que permeia todas essas etapas e as outras envolvidas na execução do projeto, deve estar alinhada a todo momento, para organizar e gerenciar os recursos destinados à construção. 

Integrar o planejamento com a gestão financeira de obra ajuda a aumentar o controle em relação ao orçamento, organizar o fluxo de caixa e direcionar os recursos financeiros de maneira muito mais eficiente e estratégica. 

Desafios da gestão financeira de projetos

Toda obra pode sair do orçamento previsto com facilidade, e essa não é exatamente a parte mais crítica. O grande risco aqui é quando esses desvios não são conscientes, ou seja, quando não identifica-se com antecedência e comprometem significativamente o resultado, desviando do planejamento estratégico da organização. 

Normalmente, as construções seguem um planejamento prévio, mas algumas barreiras, como a falta de controle e cronograma, podem atrapalhar a evolução do projeto conforme o planejado. 

Quando realizado por meio de ferramentas muito manuais, que exigem a inserção e atualização frequente de arquivos, a probabilidade da equipe apresentar dificuldades no controle é grande. 

Isso porque os profissionais não são capazes de atualizar as planilhas na hora, e acabam perdendo alguma informação e não conseguem ter uma visão a longo prazo.

Os desafios de falta de ferramentas e recursos certos são tantos que é praticamente impossível garantir que a construção não vai estourar o orçamento, comprometendo e dificultando a gestão financeira da obra. 

Como resolver os problemas da gestão financeira de obra?

O segredo para resolver os problemas da gestão financeira da obra é a inovação. Assim, o primeiro passo é investir em tecnologia, pois não existirão resultados diferentes usando os mesmos métodos e ferramentas de sempre. 

A tecnologia voltada para o setor da construção civil evoluiu muito nos últimos anos. Hoje temos soluções que atendem completamente às diversas dores. Essas novidades têm transformado completamente o cenário, oferecendo resultados importantes para o desenvolvimento do segmento. 

Depois, invista na integração entre o planejamento e a gestão financeira da obra. Ela vai permitir o acompanhamento, em tempo real, do status do projeto e do orçamento de obra. Isto é, você consegue saber exatamente quanto foi gasto até o momento, quanto ainda será preciso investir, quais etapas já foram concluídas, o que está sendo feito, etc. 

Você tem todas as informações mais importantes sobre a obra conectadas e disponíveis em um mesmo lugar, e essa é uma das principais vantagens de aplicar cada vez mais a tecnologia na rotina da sua empresa. 

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Como deve ser a integração entre o planejamento e a gestão financeira?

Essa integração precisa ser estratégica, possibilitando o alinhamento entre as duas visões e entregando resultados para a construtora. O canteiro de obras e o escritório precisam estar conectados para proporcionar uma maior assertividade na tomada de decisões nos níveis tático, estratégico e operacional. 

Quando se usa a tecnologia de maneira apropriada, tudo que acontece na obra fica junto em um só lugar. Dessa forma, a cada atualização, todas as áreas têm acesso às novas informações e sabem quais foram as alterações e como está a sua execução. 

Assim, é possível programar quando será preciso comprar material para a próxima etapa da construção, quantos profissionais precisam ser contratados, etc. 

Além disso, em caso de qualquer imprevisto que possa interferir no andamento do projeto, todos têm acesso às informações e podem se organizar para revisitar o planejamento o quanto antes e corrigir gargalos encontrados nos próximos dias de trabalho. 

Como fazer a gestão financeira de projetos?

Para fazer a gestão financeira de projetos, existem muitas ferramentas on-line que permitem distribuir as tarefas e compartilhar ideias e arquivos. Para entender como fazer esse gerenciamento confira os passos a seguir: 

1. Levantamento de custos

O levantamento dos custos é um dos maiores desafios para os gestores, porque requer uma avaliação cuidadosa e estimativas embasadas. O principal ponto na hora de fazer a gestão financeira de projetos para não correr o risco de exceder o orçamento é prestar atenção no levantamento de todos os custos envolvidos. Vale lembrar que os processos de execução representam a fase que mais exige recursos humanos, materiais e financeiros. 

2. Prever gastos extras

É possível fazer previsões mais certeiras listando todos os aspectos do projeto, como: quantidade de mão de obra necessária, se vai precisar contratar terceiros, se os equipamentos que a construtora possui vão satisfazer as demandas ou se será necessário comprar novos, etc. 

É preciso avaliar se o seu negócio atua em um setor em que o valor do dólar influencia. Nestes casos, devido às oscilações de custo, os valores podem passar por mudanças significativas. Além de outros fatores como a inflação. 

3. Acompanhar, revisar e corrigir valores

Já que existem diversos fatores que podem influenciar o andamento da obra, principalmente nos projetos de longo prazo, é fundamental acompanhar e revisar o orçamento com certa frequência. 

Nesse sentido, ao estruturar o cronograma e a EAP é interessante combinar com o cliente as entregas por fases e que o pagamento seja feito de maneira fracionada por cada etapa realizada. Assim, o risco de definir valores e ao final do projeto perceber que o orçamento foi estourado diminui. 

Simplificando, o cliente pode pagar o equivalente a cada etapa concluída. Assim é possível, revisar e corrigir as despesas da próxima fase com antecedência. 

Se você quer ter acesso a uma planilha completa de orçamento, clique na imagem abaixo, faça o download e comece a usar: 

4. Avaliar a viabilidade do projeto

Para avaliar a viabilidade do projeto, é necessário se certificar de que você e o seu time têm condições de realizá-lo. É preciso avaliar se vale implicar esforços, mão de obra e se o investimento terá o retorno para bancar os custos e a sua empresa. 

Aqui, é importante considerar que mesmo que o projeto não seja tão lucrativo, ele pode ser estratégico para fidelizar um parceiro e também ser uma oportunidade de aprendizagem. 

5. Gestão ágil com backlog de produtos

Em alguns casos, quando a estimativa de todos os pontos a serem levantados em um projeto não foram ainda analisados por completo, mas ainda assim ele precisa começar, suas extensões podem ser colocadas em backlog, lançando o produto mais enxuto que será posteriormente complementado. 

Hoje em dia, com um mercado cada vez mais dinâmico, lançam-se os produtos rapidamente, e os ajustam com o tempo. Esperar que o projeto esteja pronto, pode atrapalhar a lucratividade que seria gerada. 

É assim que surgem as Metodologias Ágeis de Projetos, que visam aperfeiçoar o produto, utilizando o Backlog mais extenso para complementá-lo depois do seu lançamento. 

6. Ter uma gestão de projetos competente

O gerenciamento dos custos tem como objetivo fazer com que a realização do projeto não gere gastos maiores que os seus ganhos. Porém, mesmo que tudo esteja devidamente orçado e o planejamento financeiro desenhado, ainda existe o risco de imprevistos na realização da obra. 

Para fazer a gestão de projetos com competência, o gestor precisa ter as ferramentas adequadas, como o software de gerenciamento de obras do Obra Prima, que possui funcionalidades necessárias além de um excelente aliado desde o planejamento até a execução e acompanhamento das tarefas. 

Conheça o Obra Prima

Agora que você já sabe qual é a importância e como fazer a gestão financeira de projetos para garantir a conformidade com o orçamento, conheça as funcionalidades e como o Obra Prima pode te ajudar no seu dia a dia na construção civil! Clique na imagem abaixo e agende uma demonstração gratuita e sem compromissos para conhecer o nosso sistema: 

Software de gestão de obras

Gostou desse conteúdo? Então acompanhe o blog do Obra Prima e siga a nossa conta no Instagram

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.