Pesquisar

Gestão de projetos de reforma: 6 boas práticas

Confira as principais dicas práticas para otimizar e evitar problemas na gestão de projetos de reforma na sua construtora.
Gestão de projetos de reforma: 6 boas práticas
Gestão de projetos de reforma: 6 boas práticas

Descubra aqui seis dicas e boas práticas para otimizar a gestão de projetos de reforma na sua construtora! 

Se uma empresa ou uma casa resolve fazer uma reforma, seja para modernização dos espaços ou remodelação das estruturas, vários desafios aparecem no caminho até esse objetivo ser atingido. Afinal, é necessário garantir a qualidade da obra, o controle dos custos e o cumprimento dos prazos. Dessa maneira, o gerenciamento de obras se torna um elemento fundamental.

Todo resultado de uma reforma ou obra depende diretamente de um planejamento bem estruturado e de um gerenciamento eficiente. Esses fatores são essenciais para garantir a qualidade no final do projeto. 

Pensando nisso, separamos aqui seis dicas e boas práticas para que você e a sua empresa consigam realizar a gestão de projetos de reforma de maneira eficiente e sem dores de cabeça. 

6 dicas e boas práticas na gestão de projetos de reforma

Apenas uma gestão eficiente consegue fugir dos obstáculos e promover uma reforma ou obra que cumpra todos os requisitos desejados. Por isso, se você pretende fazer uma reforma, confira aqui as seis dicas e boas práticas que preparamos: 

  1. Planeje os seus gastos e a reforma;
  2. Procure um profissional com antecedência;
  3. Pesquise o preço de materiais antes do início do projeto;
  4. Monte um cronograma;
  5. Fique por dentro dos prazos;
  6. Use a tecnologia a seu favor. 

Agora que você já conhece as dicas e boas práticas, vamos entender melhor cada uma delas para aplicar nos seus projetos, confira: 

  1. Planeje os seus gastos e a reforma

Contratar um projeto pode salvar o seu bolso e a sua obra! No papel, todos os itens precisam estar especificados, desde o modelo das luminárias até a quantidade, tipo e paginação dos pisos, etc. 

Com isso definido em papel, você poderá ter uma tomada dos custos com mais eficiência e economia na hora de contratar, porque terá garantido que o orçamento está sendo feito a partir de uma ideia bem estruturada. 

O tempo do projeto está relacionado diretamente com o tamanho da obra. Colocar tudo no papel antes de começar a contratar e gastar com a obra é importante para ter a dimensão do projeto.. Assim, você evita surpresas desagradáveis, como decidir um revestimento ou modelo de torneira no meio do serviço, tendo que parar tudo e começar de novo, gastando mais e investindo mais tempo. 

Orçar uma obra dá trabalho, mas traz muita economia. Alguns escritórios já entregam uma planilha com o projeto orçado de ponta a ponta, desde a mão de obra até os detalhes finais. 

Essa planilha é importante para se ter uma ordem da grandeza dos gastos e saber se é possível colocar em prática na hora de executar. Inclusive, isso pode ajudar a filtrar alguns itens, substituir algumas especificações ou até negociar alguns valores para atingir um objetivo de gastos específicos.

  1. Procure um profissional com antecedência

O projeto e o planejamento exigem um tempo de desenvolvimento e precisam entrar na estimativa do prazo da reforma. Se você deseja uma piscina linda no verão, comece a planejá-la em junho. Se pretende ter um gazebo com lareira para o inverno, pode começar o projeto no verão. 

Além disso, preste atenção ao contratar, procure pessoas capacitadas. O faz-tudo, geralmente, não é a melhor alternativa, porque ele não é especializado. Pesquise em lojas reconhecidas no mercado ou com amigos que já contrataram o mesmo serviço. 

  1. Pesquise o preço de materiais antes do começo do projeto

Pesquisar os preços dos materiais antes de começar o projeto é especialmente importante com os insumos de acabamento. Também é fundamental levar em consideração que vai gastar, em média, a mesma quantia com a mão de obra

  1. Monte um cronograma

O serviço de administrar uma obra é muito mais do que apenas comprar os materiais que os prestadores pedem. Antes de iniciar, vale juntar todos os envolvidos e perguntar sobre prazos e o que poderá acontecer caso algum imprevisto apareça. A compatibilização dos serviços também é fundamental para a realização do cronograma.

Uma obra simples tem sempre uma logística dos serviços que precisam ser prestados: comece pela demolição, entre com as alterações elétricas, projeto de iluminação, forro de gesso, assentamento ou regularização de pisos e marmoraria, instalação de luminárias, masseamento e primeira demão de pintura, marcenaria, finalização dos acabamentos e encerramento pelo retoque da pintura e a instalação de adesivos ou papéis de parede. 

Tirando isso, evite começar uma reforma no fim do ano. Essa não é a melhor época para iniciar um projeto. Muitas lojas param de atender já no meio de dezembro. Se a obra é feita em áreas externas deve-se evitar os meses de chuva, como o verão e a primavera. 

Quer um modelo de cronograma de obras gratuito? Clique na imagem abaixo, faça o download e comece a usar: 

INSERIR BANNER CRONOGRAMA

  1. Fique por dentro dos prazos

Se você deseja montar a marcenaria é fundamental contar com o fechamento do pedido e conferência das medidas pelo menos 60 dias antes da data prevista para a montagem. Assim como a marcenaria, cada serviço tem um prazo para o fornecimento dos insumos e todos os fechamentos precisam ser compatibilizados com a planilha de execução. 

Dessa forma, você poderá cobrar a entrega a partir do prazo previsto pelo fornecedor. Nem tudo é fornecido no mercado a pronta entrega e planejar as janelas de fechamento e instalação é fundamental para que a obra não fique imobilizada. 

  1. Use a tecnologia a seu favor 

Para facilitar a sua reforma, use a tecnologia a seu favor. Hoje em dia os cronogramas e orçamentos já não precisam mais ser feitos em planilhas manuais, existem softwares que facilitam essa tarefa, além de tornar tudo muito mais assertivo e rápido. 

Além disso, você também vai contar com diversas outras funcionalidades que vão facilitar a sua vida e agilizar a reforma, entre elas: medição física, relatório diário de obras (RDO), cotação online e muito mais! 

Quer conhecer o software de gestão de obras ideal para pequenas e médias construtoras, arquitetos e engenheiros? Vem descobrir tudo sobre o Obra Prima. Clique na imagem abaixo e agende uma demonstração gratuita para saber tudo sobre as funcionalidades e vantagens dessa ferramenta: 

Para mais conteúdos como este, acompanhe o nosso blog, siga o Obra Prima no Instagram e não deixe de ouvir o nosso podcast, o Obra Cast, clique na imagem abaixo e dê o play: 

banner obracast

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.