Menu

Gestão de obras: entenda o que é, importância e como funciona!

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Entenda como funciona a gestão de obras, qual é a sua importância e como funciona no setor da construção civil! 

A gestão de obra é uma prática essencial para assegurar o sucesso dos projetos enquanto são realizados. Esse gerenciamento precisa começar antes da construção ser executada no canteiro, por meio de um planejamento eficiente. 

Isso porque o foco de uma boa gestão é concretizar os objetivos do projeto. Assim, se busca garantir que tudo saia pré-estabelecido, sem abrir mão da qualidade, do respeito ao orçamento e ao prazo. 

Além disso, uma boa gestão precisa ser capaz de se antecipar a imprevistos antes mesmo que eles aconteçam. Oferecendo as melhores soluções para evitar maiores prejuízos. Afinal, se tratando de construções, quando algo é mal feito, feito de maneira errada ou não é previsto, todo o restante pode ser prejudicado. 

Por isso, em uma gestão de obras, cada etapa é detalhada em um planejamento claro e realista para que tudo saia conforme o que foi inicialmente combinado, mesmo que aconteçam mudanças durante o percurso. 

Dessa maneira, o gerenciamento de obras precisa ser realizado por profissionais com conhecimentos em campos específicos e características de lideranças bem estabelecidas. 

Entenda melhor a seguir o que é a gestão de obras, como funciona, por que ela é necessária, qual é o papel do gestor e confira também uma ferramenta fundamental para facilitar essa tarefa tão importante. 

O que é gestão de obras?

No Brasil, o gerenciamento de obras é responsabilidade de engenheiros civis e arquitetos, regulamentada pela Lei 5.194, de 1966. A gestão está relacionada à administração dos recursos, do tempo e do time dentro e fora do canteiro de obras para cumprir o orçamento e o cronograma proposto no planejamento inicial do projeto.

Dessa forma, a funcionalidade principal é evitar erros nas etapas de construção e prever imprevistos, protegendo o projeto de perdas, prejuízos e atrasos, que possam comprometer a qualidade e o tempo de entrega. 

Além disso, o time de profissionais envolvidos em uma obra é diversificado e muito grande. Então, a coordenação e a supervisão constante por meio de uma gestão de obras é essencial para o sucesso.  

Como funciona a gestão de obras?

Na prática, a gestão de obras se preocupa em administrar recursos, pessoas e materiais durante a realização de um projeto, sempre usando estratégias e técnicas de gerenciamento que possibilitem ao time e à empresa atingir as metas estabelecidas. 

Funciona em diversas frentes, seja no planejamento, na coordenação ou na realização e conferência da construção. 

Depende de uma equipe especializada em todo o processo da obra, com capacidade de lidar com problemas e fazer a gestão da construção e do time. 

Entre as etapas que compõem o gerenciamento, podemos destacar: 

  • Contratar mão de obra;
  • Cumprir com o orçamento;
  • Garantir a segurança dos colaboradores;
  • Direcionar o projeto conforme foi estabelecido no escopo;
  • Gerenciar os profissionais e as suas entregas;
  • Respeitar ao máximo o cronograma pré-estabelecido;
  • Fiscalizar internamente a realização dos processos e tarefas;
  • Manter um bom relacionamento com stakeholders do projeto;
  • Determinar quais são os materiais de construção, coordenar a compra e acompanhar o uso, evitando desperdícios. 

Nessas atividades, o gestor tem um papel fundamental. Porém, uma ou duas pessoas nunca serão o suficiente para controlar o fluxo de informações. Por isso, cada vez mais as empresas estão em busca do apoio da tecnologia.

De maneira geral, é possível apontar como função do gestor de obras a necessidade de direcionar a construção para que ela atinja, em todas as esferas, os objetivos definidos. Seja em relação à qualidade, ao orçamento, ao tempo e às demais diretrizes determinadas. 

Por que a gestão de obras é necessária?

Uma boa gestão de obras é crucial para que o projeto seja finalizado conforme o estipulado e dentro do prazo. Quando há um bom gerenciamento, a realização é bem feita, beneficiando contratado e contratante. Confira a seguir as sete principais vantagens de um bom gerenciamento: 

  1. Produtividade;
  2. Redução de custos;
  3. Controle de materiais;
  4. Antecipação de problemas;
  5. Entregas no cronograma;
  6. Acompanhamento do andamento do projeto;
  7. Auxilia na gestão de qualidade e gestão de pessoas. 

Agora que você sabe quais são as vantagens, entenda mais profundamente cada uma delas, acompanhe a seguir:

1. Produtividade

    A produtividade é um dos mais importantes e maiores ganhos que uma boa gestão oferece. Isso vai ajudar para que a execução das atividades esteja de acordo com todos os requisitos de qualidade e com o cronograma. 

    Um modelo de produção automatizado favorece a otimização da organização do trabalho, além de ser um indicador da qualidade das atividades realizadas nos projetos. Ou seja, o gerenciamento está conectado com a estratégia produtiva da instituição. 

    2. Redução de custos

      Para gerar diminuição dos custos, também é fundamental que haja uma boa gestão. Isso por conta dos atrasos, das contratações erradas e outros problemas que podem acabar aparecendo a partir de um mau planejamento e cuidado do gestor.

      A refação é um dos elementos que mais geram gastos desnecessários, ou seja, evitando esse problema é possível economizar tempo e recursos. 

      3. Controle de materiais

        Outra grande vantagem da gestão de obras é poder contar com um controle de materiais que se traduz também em economia. 

        Um bom gestor evita o desperdício através de um registro de todos os materiais, acompanhando o uso para que seja adequado conforme a necessidade. Dessa maneira, não será preciso solicitar mais insumos para realizar um trabalho e a previsão de materiais será cumprida conforme o planejado desde o princípio. 

        Um sistema de gestão pode ser útil para manter esse monitoramento de materiais e evitar o desperdício. Além disso, esse tipo de ferramenta ajuda na hora de verificar dados históricos e criar cálculos mais precisos em relação à quantidade de matérias-primas necessárias, evitando desperdício na compra.

        4. Antecipação de problemas

          Como já falamos anteriormente, quando há um bom planejamento do projeto, antes mesmo que ele comece, são previstos possíveis riscos. Dessa maneira, já se tem uma estratégia para essas questões a serem resolvidas com velocidade e o mínimo de prejuízo. 

          Assim, o tempo de resposta para a resolução de uma falha ou outro problema na construção será muito menor. 

          5. Entregas no cronograma

            Uma das principais metas da gestão de obras é entregar os projetos dentro do cronograma. Isso é possível quando o gestor planeja as tarefas pré definidas com qualidade e eficiência. 

            Um problema que preocupa o gestor é não conseguir cumprir com o cronograma e precisar de mais tempo para finalizar o projeto. Para evitar que isso aconteça, podemos contar com um sistema de gestão de obras. 

            Quer baixar uma planilha de cronograma de obras completa? Então, clique na imagem abaixo, faça o download gratuito e comece a usar: 

            6. Acompanhamento do andamento do projeto

              Com um registo manual ou por planilhas, de maneira descentralizada, é difícil acompanhar e entender o andamento do projeto. Um ponto positivo da gestão de obras é determinar um cronograma de entregas, assim como uma forma para cada um dos responsáveis se reportar, criando uma régua que meça o avanço da construção. 

              Essa é uma grande vantagem do sistema de gestão de obras, porque ele permite centralizar as informações e criar uma linha do tempo visual em relação à evolução do projeto. 

              Assim, é possível entender de maneira aprofundada o que está funcionando e as oportunidades de melhoria para aplicar no canteiro de obras.  

              7. Auxilia na gestão de qualidade e gestão de pessoas

                Outro fator importante que passa despercebido é a gestão da qualidade. Diversas vezes, isso acontece devido ao mau planejamento, que torna o cronograma apertado e obriga os times a se apressarem nas execuções. 

                Com uma gestão eficiente, é possível desenhar um planejamento condizente com a capacidade produtiva do time e os recursos disponíveis. Assim, você encontra formas de otimizar as rotinas produtivas, agilizando algumas entregas. 

                Isso só melhora e dá mais tempo para a correta gestão da qualidade, que envolve muito trabalho de verificação e inspeção do compliance, evitando retrabalhos.

                Nesse processo, o sistema de gerenciamento de obras pode ajudar muito, automatizando a geração de relatórios que servem de insumo para o time de qualidade. Então, é possível, por exemplo, trocar fornecedores com antecedência, antes de se comprometer com grandes pedidos. 

                Além da gestão de qualidade, também tem o gerenciamento de pessoas. Esse tópico se conecta à implementação da tecnologia no controle das obras: com o apoio de um sistema, é possível integrar diversas áreas envolvidas no projeto. 

                Dessa forma, os responsáveis por partes como o saneamento, hidráulica, infraestrutura, bem como construtoras, incorporadoras e empreiteiras acompanham o avanço do projeto, com distribuição de informações corretas. 

                Para o gestor, esse controle pode ser ainda mais específico, entendendo como e o quê cada um do time faz, assim como o seu nível de entrega, dependendo da maneira de mapear o desenvolvimento da obra. 

                É algo que já acontece com a utilização de, por exemplo, dispositivos IoT, que usam Inteligência Artificial para medir o avanço da construção e atualizar stakeholders, além de destravar gatilhos contratuais em smart contracts. 

                Qual é o papel do gestor de obras?

                Um bom gestor de obras é crucial para uma gestão eficiente. Afinal, é ele que vai ficar responsável por realizar a obra e todas as ideias concebidas no projeto. 

                Portanto, o gestor precisa ter um perfil com características específicas. Por exemplo, ser uma pessoa com experiência, capacitada, organizada, ter diversos conhecimentos. Resumindo, é necessário saber lidar com várias pessoas e situações adversas. 

                É o gestor de obras que vai tratar de todas as negociações entre arquiteto, construtora, fornecedores, clientes, etc. Além disso, esse profissional também deve controlar o andamento do projeto, elaborando o planejamento e tomada de todas as decisões. 

                Qual é o salário de um gerente de obras?

                No Brasil, o salário médio de um gestor de obras é de R$9.765,19. O estado onde a profissão tem os melhores pagamentos é Roraima, com R$16.350,31. 

                O que é preciso para ser um gestor de obras?

                Para o profissional formado em Gestão de Obras, o mercado de trabalho apresenta diversas exigências que refletem as demandas complexas e dinâmicas do setor da construção civil. 

                Moldam-se essas exigências pelas necessidades dos projetos, pelas expectativas dos clientes e pelos avanços tecnológicos que vão impactar de maneira direta a indústria. Uma das principais exigências é a capacidade de gestão e liderança de time. 

                O profissional precisa ser capaz de motivar e coordenar diversos grupos de trabalho, incluindo arquitetos, engenheiros, operários e outros colaboradores envolvidos. Isso requer habilidades de resolução de conflitos, comunicação eficaz e tomada de decisões assertivas. 

                Além disso, o mercado valoriza profissionais com uma sólida formação técnica e conhecimento em gestão de projetos de construção. É essencial se atualizar com as melhores práticas do segmento, normas técnicas, avanços tecnológicos, regulamentações governamentais e sustentabilidade na construção civil. 

                Outra exigência é a capacidade de lidar com questões relacionadas ao orçamento e ao prazo. O profissional precisa conseguir elaborar cronogramas realistas, controlar recursos e custos de maneira eficiente e identificar e mitigar possíveis desvios ao longo do processo.  

                Gestão de obras eficiente com o Obra Prima!

                Quer conhecer uma ferramenta que vai facilitar muito a sua gestão de obras? Conheça o Obra Prima! 

                Com essa ferramenta, é possível realizar a gestão de obras, do planejamento até a entrega final. Você terá controle total de todas as etapas do projeto, com eficiência e agilidade, sem as complexidades e custos dos sistemas tradicionais. 

                Simplifique e automatize a gestão do canteiro de obras. Confira alguns dos benefícios que vão transformar a rotina da sua construtora: 

                1. Relatório Diário de Obras (RDO)

                Registre as condições climáticas, tarefas feitas, compras e recebimento de insumos, contabilize as horas trabalhadas e o estoque de materiais. 

                Faça o download gratuito de um modelo completo: 

                Banner 3: RDO
                1. Previsto x Realizado

                Não espere a obra chegar ao fim para descobrir se teve lucro ou prejuízo. Aproprie custos a cada etapa e entenda se você está conseguindo respeitar o orçamento. 

                1. Cotação on-line

                Receba cotações diretamente no sistema e decida a melhor compra por meio do mapa de cotação. Faça como nossos clientes e economize, em média, 12% nas compras. 

                Essas são apenas algumas das funcionalidades e vantagens do nosso sistema de gestão de obras. Para conhecer mais, clique na imagem abaixo, agende uma demonstração gratuita e sem compromissos e descubra como o Obra Prima pode mudar a sua vida na construção civil: 

                Experimente o sistema Obra Prima!

                Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

                E, se você gostou e quer ter acesso a mais conteúdos exclusivos do universo da construção civil, acompanhe o nosso blog e não deixe de seguir a nossa conta no Instagram

                Pesquisar matéria

                Quer transformar sua gestão de obras?

                Experimente o sistema Obra Prima!

                Matérias relacionadas

                Gestão de obras: entenda o que é, importância e como funciona!

                Experimente o sistema Obra Prima!

                Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

                Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

                Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.