Menu

Escassez de mão de obra na construção civil: o que fazer? 

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Descubra como lidar com a escassez de mão de obra na construção civil! Preparamos dicas e soluções práticas para você. 

A escassez de mão de obra na construção civil é um tema que está sendo mundialmente discutido, principalmente nos países em desenvolvimento. Afinal, o setor é muito importante para a economia, uma vez que é responsável pela criação de empregos diretos e indiretos, além de ser um dos principais indicadores do crescimento econômico. 

Contudo, a falta de trabalhadores qualificados tem se tornado um problema significativo para as organizações do segmento. Um estudo feito pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no Brasil, indicou que cerca de 70% das empresas do setor enfrentam barreiras para contratar profissionais qualificados. 

Outra pesquisa realizada pela Comissão de Políticas de Relações Trabalhistas (CPRT), da Câmara Brasileira da Indústria e da Construção (CBIC), analisou as dificuldades na contratação de mão de obra qualificada para o setor no país. 

Segundo o estudo, que foi feito em fevereiro de 2022 e divulgado em abril, aproximadamente 90% das empresas brasileiras passaram por dificuldades para contratação pessoal, contra 77% em outubro do ano anterior.  

De acordo com o levantamento, as áreas de maior escassez de profissionais foram de pedreiros com 82% e carpinteiros com 78,7%, assim como de gestão de obras – mestres de obra, 74,7%, e encarregado, 70%. Outro dado levantado foi a falta de qualificação da mão de obra terceirizada com 94,67% 

Entre as principais causas dessa escassez na mão de obra no setor estão a falta de investimentos em capacitação profissional, a desvalorização dos trabalhadores da área e a falta de incentivos para que os jovens escolham uma carreira na construção civil. 

Outro grande problema é que muitos profissionais qualificados estão migrando para outros segmentos da economia, como o comércio e a indústria, em busca de salários e condições melhores de trabalho. Essa migração está sendo incentivada pela crescente demanda por mão de obra em outros setores e pela falta de incentivo para que eles permaneçam na construção civil. 

Tudo isso impacta de maneira muito negativa a qualidade, os prazos e os custos do projeto. Afinal, sem profissionais qualificados, a qualidade é comprometida, o que pode provocar refações e atrasos, além de mais gastos para as empresas. Então, para evitar que o seu negócio sofra, confira a seguir as soluções para lidar com a falta de mão de obra qualificada na construção civil.   

9 soluções para lidar com a falta de mão de obra qualificada

Como já falamos anteriormente, existem diversas razões pelas quais o mercado está passando por essa escassez de mão de obra qualificada, como envelhecimento da força de trabalho, falta de capacitação e desinteresse dos jovens pela área. 

E, para lidar com esse problema é necessário investir em capacitação e valorização dos profissionais da área e oferecer incentivos para que os jovens escolham uma carreira na construção civil. Conheça as soluções a seguir:

  1. Capacitação de profissionais;
  2. Investir em treinamentos;
  3. Incentivos governamentais e programas de formação;
  4. Parcerias com escolas técnicas;
  5. Adoção de tecnologias;
  6. Valorização da profissão;
  7. Flexibilidade no trabalho;
  8. Atração de grupos sub-representados;
  9. Programas de retenção de talentos. 

Acompanhe o texto para entender melhor cada uma dessas soluções: 

  1. Capacitação de profissionais

Promova programas de capacitação e reciclagem para profissionais da construção civil. Isso pode incluir cursos de qualificação, certificação e workshops para desenvolver habilidades específicas. Dessa maneira, o seu colaborador vai se sentir mais satisfeito e feliz trabalhando na sua empresa e você vai poder contar com um profissional cada vez melhor e de confiança. 

  1. Investir em treinamentos

As empresas do setor podem investir em programas de treinamentos internos para desenvolver as habilidades dos colaboradores. Isso ajuda tanto a preencher a lacuna de mão de obra, como também melhora a qualidade do trabalho fornecido. 

  1. Incentivos governamentais e programas de formação

O governo pode oferecer incentivos fiscais para as empresas que investem em programas de capacitação e treinamentos dos colaboradores. Além disso, ele também pode financiar programas de formação profissional voltados para o setor. 

  1. Parcerias com escolas técnicas

Estabeleça parcerias com escolas técnicas e centros de formação profissional para criar programas e cursos alinhados com as necessidades da indústria da construção civil. Isso pode incluir oportunidades de aprendizado e estágios para os alunos, o que vai atrair os jovens para a profissão. 

  1. Adoção de tecnologias

Integre tecnologias modernas na construção civil, como a automação, impressão 3D e robótica. Isso não apenas melhora a eficiência do trabalho, mas também pode tornar a indústria mais atraente para jovens profissionais que procuram carreiras inovadoras. 

Além disso, algumas tecnologias podem ajudar a diminuir a dependência de mão de obra, seja para evitar erros humanos ou automatizar processos. 

  1. Valorização da profissão

Promova uma imagem positiva das carreiras da construção civil, dando destaque para as oportunidades de crescimento, remuneração competitiva e a importância do segmento na sociedade. 

  1. Flexibilidade no trabalho

Ofereça horários e condições flexíveis de trabalho vantajosas para atrair e reter talentos. Isso pode incluir opções de trabalho parcial, remoto e benefícios adicionais.   

  1. Atração de grupos sub-representados

Procure atrair mais mulheres e grupos minoritários para a construção civil, promovendo um espaço inclusivo e igualdade de oportunidades. 

  1. Programas de retenção de talentos  

Desenvolva um programa de retenção de talentos para manter os profissionais qualificados na indústria a longo prazo, oferecendo oportunidades de desenvolvimento e crescimento na carreira. 

Coloque em prática na sua empresa!

A escassez da mão de obra na construção civil é um grande desafio, mas com uma abordagem estratégica, multifacetada e colaborativa entre governo, empresas e instituições de ensino, é possível mitigar esse problema e assegurar um suprimento adequado de profissionais qualificados para o setor. 

Para superar esse desafio é necessário combinar esforços, incluindo o investimento em capacitação, parcerias com instituições educacionais e adoção de tecnologias. Com as ações coordenadas e as estratégias em prática, é possível enfrentar essa crise na mão de obra e garantir um futuro promissor para a construção civil. 

Gostou desse conteúdo? No blog do Obra Prima estamos sempre compartilhando dicas e estratégias para te ajudar a superar as barreiras do setor, acesse aqui. Aproveite também para seguir a nossa conta no Instagram, lá tem muita novidade. 

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Escassez de mão de obra na construção civil: o que fazer? 

Lidando com a escassez de mão de obra na construção civil? Descubra soluções práticas e estratégias para manter seus projetos ativos.
Escassez de mão de obra na construção civil: o que fazer?
Escassez de mão de obra na construção civil: o que fazer?

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.