Pesquisar

eSocial na construção civil: O que é? Para quê serve? Quais os impactos para o setor?

Como utilizar a ferramenta eSocial para reduzir a burocracia e auxiliar nas maiores dificuldades de burocracia da construção civil.
esocial na construção civil
esocial na construção civil

Reduzir a burocracia pode ser de grande ajuda para construtoras aumentarem o controle de seus projetos. Essa é a proposta do eSocial na construção civil. Entenda.

Uma das maiores dificuldades para quem deseja empreender no Brasil é superar toda a burocracia envolvida. São muitos documentos e detalhes para que empresas de diversos segmentos possam se estruturar.

Na construção civil não é diferente. Abrir uma pequena ou média construtora exige passar pela mesma burocracia. Pior, ela não acaba depois que a empresa está em funcionamento, já que é necessário declarar impostos anualmente, registrar os documentos trabalhistas dos funcionários e prestadores de serviços e muitos outros detalhes.

Para simplificar a vida das empresas, o Governo Federal tomou a iniciativa de criar o eSocial.

Sua construtora já conhece essa plataforma? Se ainda não conhece, acompanha aqui que a gente apresenta o eSocial na construção civil.

eSocial: o que é e para que ela serve?

A plataforma eSocial foi criada para, como já dissemos, simplificar a burocracia enfrentada pelos empreendedores brasileiros. Ela centraliza os documentos e declarações em um só lugar para que não seja necessário buscar meios diferentes de entregar cada um.

Na plataforma é possível unificar a comunicação de 15 obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, que são consultados e direcionados para a prestação de contas pela própria plataforma.

Isso é possível porque o eSocial foi organizado em colaboração entre a Secretaria da Receita Federal do Brasil, o Ministério do Trabalho, a Caixa Econômica Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), além de diversos outros órgãos do governo.

Assim, a plataforma serve para que empresas, autônomos, cooperativas e outras empresas registrarem:

·   Vínculos trabalhistas;

·   Contribuições com a previdência;

·   Folhas de pagamento;

·   Acidentes de trabalho;

·   Avisos prévios;

·   Escriturações fiscais;

·   FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

eSocial na construção civil: quais os impactos?

A construção civil passa por todos os problemas do excesso de burocracia dos demais setores e as particularidades de suas atividades acrescentam mais alguns. Construtoras devem lidar, constantemente, com a realidade de ter:

·   Várias obras ao mesmo tempo e em localidades diferentes;

·   Rotatividade alta de mão de obra;

·   Riscos altos de acidentes de trabalho;

·   Prestadores de serviços pontuais frequentemente envolvidos nas obras.

Isso faz com que, além da burocracia ser maior, ser muito mais difícil inserir e controlar toda a documentação ao implementar o eSocial. Utilizar a plataforma e poder se beneficiar da simplificação que ela oferece vai envolver diversos profissionais da construtora.

Será um esforço conjunto já que muitas áreas da empresa devem ter seus dados inseridos na plataforma sem erros. Claro, se sua construtora já possui um controle eficiente dessa documentação, o esforço é menor, mas, ainda assim, é um esforço.

Será necessário colocar na plataforma eSocial dados:

·   Financeiros;

·   Fiscais e contábeis;

·   Do departamento pessoal e recursos humanos;

·   Sobre processos de seleção e recrutamento;

·   SST;

·   Treinamentos e capacitação de equipes;

·   Jurídicos;

·   Cargos, salários e benefícios.

Esse é o principal impacto do eSocial na construção civil: conseguir organizar os dados e o tempo para transferir o que antes era registrado em papel e sistemas internos para a plataforma. Parece muita dor de cabeça? Talvez seja, mas acredite, no médio e longo prazo eliminar a burocracia ajuda muito, principalmente na gestão do tempo e redução de erros fiscais e jurídicos.

4 pontos que merecem atenção redobrada

É importante, antes de mais nada, que a construtora alinhe alguns pontos importantes e se mantenha sempre atualizada sobre alguns temas para não ter problemas com o eSocial. Os que merecem mais atenção são:

1. Legislação

É importante estar sempre atualizado com as legislações e acompanhar as mudanças que impactam a construção civil. Conhecer regras e prazos também é essencial. Assim, se evita que informações desatualizadas ou falta de informações ocorram e gerem problemas.

2. Processos

Ter controle dos processos da construtora ajuda muito a organizar dados e informações que serão inseridas no eSocial. Apenas construtoras com uma gestão de obras que gere real controle conseguem aproveitar a redução da burocracia para criar oportunidades e produtividade.

3. Sistemas

Se sua construtora ainda não possui sistemas automatizados para otimizar orçamentos, fluxo de caixa e estoque e cronogramas é hora de escolher um.

A gestão de obras por meio de um software é uma boa forma de conquistar esse controle e reduz muito os erros no momento de inserir informações no eSocial e organizar a documentação das obras.

Lembre-se: na hora de escolher seu sistema, verifique se a provedora oferece um suporte que atenda suas necessidades e se mantém os aplicativos sempre seguros e atualizados.

4. Equipe

É essencial colocar responsáveis pela alimentação das informações de cada área no sistema. Apenas dessa forma erros são reduzidos e a construtora evita sobrecarregar um profissional.

Não esqueça de enfatizar a importância do uso do eSocial e criar uma comunicação eficiente entre os departamentos. Alguns documentos exigem a participação do financeiro, jurídico e RH juntos, os responsáveis por cada um devem conseguir organizar entre si o fluxo de dados para otimizar a inserção na plataforma.

Construtoras e gestão de obra: o primeiro passo

O uso do eSocial pode gerar muitas facilidades ao eliminar as burocracias, mas nada substitui uma gestão de obras eficiente. Esse deve sempre ser o primeiro passo, afinal, como controlar o fluxo de dados de uma plataforma externa se não se consegue ter controle nem dos processos internos.

Investir em treinamentos e ferramentas para que a gestão da construtora e seus projetos seja eficiente e sem erros é essencial para os negócios que desejam crescer no mercado e aumentar sua lucratividade.

Por isso, busque o software que atende de maneira mais completa as necessidades da construtora.

Quer saber quais necessidades são essas e o que um software de gestão de obras pode otimizar antes mesmo do eSocial na construção civil ser uma opção?

Acesse o blog e acompanhe os conteúdos exclusivos sobre os benefícios da gestão de obras.

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.