Pesquisar

Entenda sobre a Área de Vivência no canteiro de obras e a relação com a nova NR 18

Entenda o que é a Área de Vivência no canteiro de obras e a sua correlação com as atualizações da NR 18. 

A Área de Vivência no canteiro de obras é um espaço destinado ao bem-estar e conforto dos colaboradores durante o período em que estão em serviço. Ela é fundamental para garantir condições adequadas para que eles consigam descansar, se alimentar e fazer outras atividades importantes fora das horas de trabalho. 

As Áreas de Vivência estão distribuídas em: instalações sanitárias, vestiários, local de refeição, alojamento, cozinha (quando houver o preparo de refeições), espaço de lazer, lavanderia e ambulatório, no caso da obra ter mais de 50 colaboradores. 

Essa é uma exigência da Norma Regulamentadora 18 (NR 18), responsável por determinar as diretrizes que deixam o ambiente da construção civil mais seguro para os profissionais. Assim, é uma área que precisa obrigatoriamente ser criada e seguir um determinado padrão que é descrito na legislação. 

O que é a Área de Vivência no canteiro de obras? 

A Área de Vivência representa um conjunto de instalações no canteiro de obras que visa proporcionar condições mínimas de conforto, segurança e privacidade para os profissionais da construção civil. 

Segundo o ponto 18.5 da NR 18, as áreas precisam incluir instalações sanitárias, locais para refeição, vestiários e, quando necessário, alojamento para os colaboradores. Além disso, essas instalações precisam ser mantidas em perfeito estado de higiene, limpeza e conservação, assegurando ambientes propícios ao descanso e à preservação da dignidade. 

Além da Norma Regulamentadora 18, a Área de Vivência no canteiro de obras também precisa estar em conformidade com as disposições presentes na NR 24, que trata das condições de conforto e sanitárias no espaço de trabalho. Essa complementaridade garante que as instalações atendam aos padrões adequados para que seja de fato útil e agradável. 

Checklist da Área de Vivência

Desenvolver e manter a Área de Vivência exige uma abordagem sistemática e de atenção aos detalhes. Um checklist completo pode ser uma ótima ferramenta para garantir a conformidade com as diretrizes da NR 18 e, ao mesmo tempo, assegurar a qualidade e eficiência desses espaços tão importantes, acompanhe: 

1. Estrutura Física

Ao começar a avaliação, se certifique de que as instalações estão estruturalmente sólidas, oferecendo um ambiente seguro para os colaboradores. Verifique se há espaço suficiente para cada um dos componentes da área de vivência, desde instalações sanitárias até locais de refeição e vestiários. 

Assim, os profissionais vão conseguir trabalhar melhor e mais satisfeitos, trazendo produtividade e qualidade para os projetos

2. Conservação e limpeza

Mantenha um programa regular de manutenção para garantir que os espaços estejam sempre em boas condições. A priorização da limpeza e da higiene constante em todas as áreas não apenas atende a requisitos sanitários, mas também ajuda a construir um ambiente agradável e saudável. 

3. Atendimento às especificações da NR 18

Garanta que cada um dos elementos atende estritamente às especificações da norma. Isso inclui assegurar que as instalações sanitárias sejam completas e que os vestiários estejam de acordo com as necessidades dos colaboradores, respeitando as proporções indicadas. 

4. Condições ambientais para Área de Vivência no canteiro de obras

Analise as condições ambientais, levando em consideração aspectos como iluminação, isolamento térmico e ventilação. Certifique-se de que a área está seguindo as diretrizes da NR 24 para condições de conforto nos locais de trabalho e sanitárias. 

5. Acessibilidade e deslocamento

Garante que o deslocamento dos profissionais até as instalações sanitárias seja inferior a 150 metros no plano horizontal e atenda aos limites especificados no plano vertical. Por isso, avalie também a disponibilidade de acessos e rampas adequadas para proporcionar acessibilidade a todos. 

6. Fornecimento de água potável 

O fornecimento contínuo de água potável, fresca e filtrada é fundamental para a produtividade dos times e é obrigatório. Analise a disponibilidade de bebedouros ou dispositivos com o mesmo papel, com a proporção adequada ao número de profissionais. 

7. Alojamento (se aplicável)

Quando houver alojamentos, garanta que eles atendam às exigências da NR 18, incluindo áreas para refeição, cozinha, lavanderia, área de lazer e instalações sanitárias, mantendo bons padrões de conforto e higiene. 

8. Frentes de trabalho

Em casos de alojamento, garanta que eles sigam de maneira integral às exigências da Norma Regulamentadora 18. Além das áreas citadas anteriormente, como lazer e cozinha. Leve em consideração fazer convênios com estabelecimentos próximos, caso seja necessário, mas certifique-se de manter os padrões de conforto, segurança e higiene. 

9. Treinamento e conscientização

Incentive treinamentos regulares com a equipe responsável pela manutenção das Áreas de Vivência, assegurando o entendimento profundo dos procedimentos e das normas. Estimule a conscientização dos profissionais em relação à importância da preservação e do bom uso desses lugares, fortalecendo a cultura de responsabilidade compartilhada. 

A importância da Área de Vivência no canteiro de obras

A Área de Vivência no canteiro de obras é uma maneira de assegurar o bem-estar e a saúde dos colaboradores, proporcionando um ambiente adequado para a alimentação, descanso, higiene pessoal e sanitária, como já dissemos anteriormente. 

Por consequência, isso ajuda na melhoria da qualidade de vida dos profissionais, para a diminuição dos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, além de reter um time de qualidade, que realiza bons serviços atraindo mais clientes. 

Resumidamente, a norma diz que um alojamento é considerado bom quando tem: 

  • Abastecimento de água potável;
  • Remoção do lixo juntamente com sistemas de higiene;
  • Luz natural ou artificial com instalações elétricas protegidas;
  • Proteção contra ruído e calor excessivo. 

Além dos dormitórios para os trabalhadores, as mesmas regras precisam ser respeitadas para os ambientes de alimentação, como refeitórios e cozinhas, áreas de estoque e espaço de descanso e lazer. 

Segundo a NR 18, a Área de Vivência precisa ser dimensionada de acordo com o número de colaboradores na obra. Também é importante lembrar que ela não pode ser usada para armazenar materiais ou equipamentos, nem como local de passagem ou acesso aos lugares de trabalho. 

Invista em boas Áreas de Vivência no canteiro de obras!

Uma Área de Vivência eficiente para os colaboradores traz diversos benefícios, como: bem-estar dos trabalhadores, eficiência e produtividade, segurança e cultura preventiva, credibilidade legal e ética, atratividade de talentos, sustentabilidade e responsabilidade ambiental, cultura coletiva de cuidados e muito mais!

Se você gostou desse conteúdo e quer ter acesso a mais, acompanhe o blog do Obra Prima, aproveite também para seguir a nossa conta no Instagram

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.