Pesquisar

Cronograma de obras: evite os 5 principais erros

Evite os cinco principais erros no cronograma de obras e entregue os seus projetos no prazo combinado com o cliente. Confira aqui como:
Cronograma de obras: evite os 5 principais erros
Cronograma de obras: evite os 5 principais erros

Descubra aqui quais são os principais erros no cronograma de obras que provocam atrasos e dores de cabeça para as construtoras na hora de entregar os projetos.

Como já falamos várias vezes aqui no blog, o planejamento é uma etapa indispensável para o sucesso de qualquer empresa, seja da construção civil ou não. É ele que prevê todos os recursos humanos, materiais necessários para realizar uma construção, os prazos para a entrega de cada uma das etapas e o orçamento para colocar tudo em pé. 

Existem muitos detalhes e informações que precisam ser levados em consideração para evitar uma obra atrasada e um cliente insatisfeito. Conheça aqui os principais erros que podem acontecer nos projetos das construtoras: 

5 erros no cronograma de obras

Para conseguir evitar os erros no cronograma que podem gerar atrasos nas obras e, consequentemente, aumento do custo e do prazo do projeto, é fundamental criar um planejamento realista. Afinal, um equívoco já é mais do que suficiente para perder a confiança dos seus clientes. 

Mais do que isso, uma obra atrasada representa um aumento de custos e adivinha de qual bolso vai sair esse dinheiro que não estava previsto? Exatamente, das construtoras.

Por isso, saber o que pode dar errado na hora de criar o seu cronograma de obras é o primeiro para melhorar os seus resultados e evitar que eles aconteçam. Conheça os erros mais comuns:

  1. Não fazer uma boa análise dos riscos e problemas durante a execução do projeto;
  2. Não ter a definição de atividades bem feita;
  3. Erros na hora de estimar e pesquisar o tempo necessário para cada uma das etapas e atividades;
  4. Demorar para agir diante de problemas;
  5. Falta de acompanhamento do cronograma de obras;

Agora que já conhecemos as falhas e equívocos que as empresas precisam evitar, vamos entender melhor cada uma: 

1. Não fazer uma boa análise dos riscos e problemas durante a execução do projeto

Todas as obras dependem de uma boa análise de riscos para assegurar a gestão da Saúde e Segurança do Trabalho (SST), isso vai proteger a integridade mental e física dos colaboradores dentro das construtoras, veja mais sobre o assunto aqui. 

Ficar de olho nos riscos também é fundamental para evitar danos na obra. Basta um pequeno acidente no canteiro para paralisar a obra ou um colaborador precisar se ausentar e pronto! Agora você tem uma obra atrasada nas mãos.

Para impedir que isso aconteça, é essencial realizar uma boa análise dos riscos no começo do projeto e reavaliar à medida que a construção vai evoluindo. Afinal, não é raro que novos riscos apareçam conforme as tarefas vão sendo realizadas, principalmente em um ambiente tão mutável quanto o canteiro de obras. 

Neste caso, existem duas soluções importantes que podem ser aplicadas: a primeira, é a realização de um checklist da qualidade de cada uma das atividades, isso vai evitar ter que voltar para alguma etapa depois e é mais uma garantia da qualidade do projeto. 

A outra solução é ter um plano de contingência para os problemas comuns. Esse plano vai garantir o dinamismo e a agilidade durante toda a obra. Problemas vão acontecer, mas a sua construtora vai conseguir resolver de maneira mais rápida e certeira. 

2. Atividades sem uma definição clara 

Antes de começar a obra, é importante relacionar todas as tarefas que precisam ser feitas. No setor da construção civil isso engloba o conjunto de tarefas que usam os mesmos materiais de construção e serviços profissionais. 

Você pode fazer uma lista de itens e atividades que são necessárias para entregar um projeto. Existem quatro passos para fazer essa listagem: 

1° Analisar o projeto todo / plantas disponíveis

2° Desdobrar o item maior em pequenas tarefas

3° Pense em recorrer ao histórico para analisar outras obras parecidas

4° Leve a opinião de terceiro em consideração, claro que pessoas especializadas na área.

Ao usar um sistema de gestão de obras especializado em construção civil para fazer isso, a descrição de cada uma das atividades fica mais fácil, porque essa ferramenta vai possibilitar reunir históricos de outros projetos, padronizar campos para que nada fique para trás ou seja esquecido e fique armazenado de maneira segura. 

3. Erros na hora de estimar e pesquisar o tempo necessário para cada uma das etapas e atividades

Muitas construtoras na hora de criar um cronograma de obras seguem um padrão de execução de histórico ou serviços anteriores para fazer o cálculo do tempo que cada uma das atividades vai demorar para ser realizada. 

Mesmo que seja um bom guia para se ter como base, é fundamental analisar com os colaboradores, mais acostumados com a velocidade de verdade do trabalho dentro de um canteiro de obras para descobrir a realidade sobre o tempo que as tarefas vão levar. 

Claro que não é necessário perguntar para todo mundo, mas ao menos uma conversa com o engenheiro responsável e o mestre de obras sobre os trabalhos dos contratados pela construtora é importante. A atenção precisa ser ainda maior caso seja um pessoal terceirizado. 

Outra forma de evitar erros na estimativa é estabelecer processos e rotinas de trabalho para aumentar a produtividade. Eles variam de acordo com a metodologia da construção que vai ser aplicada na obra, mas em geral alguns processos e rotinas que ajudam a aumentar a produtividade e a motivação entre os colaboradores são: 

  • manutenção e compra de equipamentos para diminuir os problemas na hora de realizar as atividades; 
  • treinamentos adequados para os colaboradores trabalharem com mais eficácia e agilidade;
  • procedimentos básicos de segurança que diminuem os riscos de acidentes durante a obra;
  • organização do layout e do espaço no canteiro de obras, isso vai economizar tempo nos trabalhos diários. 

Outro ponto importante que precisa ser levado em consideração na hora de fazer a estimativa do tempo para cada uma das etapas são as atividades que podem ser feitas simultaneamente ou que não dependem umas das outras. Isso vai agilizar os processos.

4. Demorar para agir diante de problemas

Outro grande causador de atraso nas obras é a demora para tomar decisões quando algum problema aparece. Essa falta de dinamismo na hora de lidar com os imprevistos podem ter um grande impacto no cronograma do seu projeto. 

Equipes sem organização, sem os devidos processos de trabalho e que estão desatentas aos detalhes podem demorar mais tempo para tomar as decisões e as ações necessárias para resolver um problema. E o resultado? Claro que é o atraso nas obras e o prejuízo para as construtoras. Não adianta esperar que um ótimo cronograma salve um time despreparado, isso é impossível. 

5. Falta de acompanhamento do cronograma de obras

Para fazer o acompanhamento dos seus projetos da melhor maneira possível, as construtoras precisam usar a tecnologia. Atualmente, existe o software de gestão de obras que deixa todas as informações e o andamento do projeto na palma da sua mão. 

Com essa ferramenta, as empresas da construção civil não só conseguem evitar o atraso, mas também fazem o gerenciamento das obras com uma precisão muito maior. Se a sua construtora não acompanhar de perto o que está acontecendo no canteiro de obras, com certeza, o projeto não vai ser nem como o esperado nem quando foi planejado. Por isso, conheça o Obra Prima. 

O nosso software de gestão de obras é perfeito para as pequenas e médias construtoras que estão buscando o crescimento no mercado. Agende uma demonstração gratuita (e sem compromisso), conheça as funcionalidades e comece a usar! 

Obra Prima: cronograma de obras para a construção civil

O nosso software vai ajudar a evitar erros no cronograma de obras da sua construtora. Entre as suas principais vantagens podemos citar: 

  • acompanhamento do que acontece no canteiro de obras em tempo real;
  • Modelo de RDO para ter um maior controle do que foi realizado e o que não foi;
  • controle total das etapas do começo ao fim do projeto;
  • organização do orçamento em um só lugar;
  • comunicação eficiente com o cliente e com a equipe;
  • integração com planilhas do Excel para caso você tenha algum projeto que queira passar para o sistema;
  • controle de estoque para não tomar mais susto ou faltar material na hora de realizar uma tarefa;
  • entre outras… 

Chega de sofrer com obra atrasada e erros no cronograma. Viva um novo capítulo na gestão da sua construtora com o Obra Prima. 

Conheça o nosso blog e siga a nossa conta do Instagram, estamos sempre usando essas plataformas para compartilhar conteúdos exclusivos sobre as inovações do mundo da construção civil. 

banner obracast

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.