Pesquisar

Cronograma de obra online: diga adeus aos atrasos

Cronograma de obra online: diga adeus aos atrasos
Cronograma de obra online: diga adeus aos atrasos

O cronograma de obra é fundamental para o sucesso da sua construtora. Descubra sete segredos para torná-lo ainda mais eficiente.

Somente com um planejamento e controle de obras bem feito é possível otimizar o orçamento e atender as exigências do cliente, assegurando a satisfação do contratante e o retorno financeiro para a sua construtora. 

O cronograma de obra é a materialização do planejamento, e é utilizado para assegurar que ele seja cumprido da melhor maneira possível. Um bom documento apresenta, em detalhes, as tarefas que precisam ser realizadas em cada uma das etapas da construção, juntamente com os responsáveis por executá-las, e as datas com prazos de entrega. 

A elaboração do cronograma e a sua implementação não são fáceis, pois consideram todos os fatores que impactam o desenvolvimento do seu projeto. Sabia que existem dois tipos de cronograma? O a longo prazo e o médio. Entenda a diferença entre os dois: 

Enquanto o longo prazo abrange todo o projeto, tem etapas e metas bem definidas, inclui os processos menos detalhados e é usado do começo até o final da obra, o cronograma a médio prazo se limita somente a uma etapa do projeto, possui os processos com mais detalhes e é usado enquanto a etapa que ele representa está sendo feita.

Pensando em como te ajudar a montar um cronograma de obra melhor para a sua  construtora, preparamos aqui algumas dicas para garantir que você use um documento que vai te proporcionar resultados melhores e vai evitar atrasos e prejuízos na sua empresa, confira: 

7 dicas para a elaboração de um cronograma de obra

Ter um bom planejamento e controle de obras é essencial para assegurar bons resultados e aproveitar melhor a mão de obra e os recursos disponíveis. Mas, não é só isso, o cronograma de obra bem elaborado também é importante para: 

  • respeitar os prazos;
  • controlar os recursos financeiros do projeto;
  • planejar compras;
  • Gerenciar e contratar profissionais;
  • Evitar conflitos entre as tarefas;
  • Gerir imprevistos e riscos de natureza externa. 

Esses são apenas alguns dos benefícios de fazer um bom controle de obras. Agora vamos para as dicas: 

  1. Construa um planejamento eficiente
  2. Levante as tarefas
  3. Analise prazos de fornecedores e permissões
  4. Verifique a mão de obra contratada
  5. Determine datas, etapas e calendário
  6. Estabeleça um plano de monitoramento
  7. Comunique o cronograma de obra

Entenda mais a fundo cada uma delas: 

1. Tudo começa com um bom planejamento 

É fundamental que o planejamento e controle de obras seja feito de maneira eficiente, assegurando que a sua materialização represente as exigências e os objetivos estabelecidos em contrato. 

O ideal é que o planejamento seja realizado com base no acordo estabelecido, atendendo todos os requerimentos especificados pelo contratante, assim como as normas regulamentadoras do setor. O plano precisa apresentar prazos realistas e com margem para lidar com situações imprevistas ou adversas – por exemplo, o atraso causado por condições climáticas. 

É importante levantar e organizar as principais informações que possibilitam que os responsáveis pela realização do projeto o executem de maneira otimizada. Entre elas, a lista dos contratos estabelecidos e dos fornecedores, acordos e exigências de contrato, mão de obra e orçamento combinado.  

2. Levantar as tarefas que precisam ser realizadas

O time ou profissional responsável pela criação do cronograma de obra precisa ter acesso ao planejamento. O ideal é utilizar esses dados como guia para realizar as suas funções, montando um plano realista e alcançável para o projeto. 

Depois de entender a obra, a primeira tarefa para realizar esse documento é fazer o levantamento de todas as atividades necessárias para cumprir com cada uma das etapas da construção. Elas precisam ser analisadas conforme as suas especificações para que sejam organizadas de maneira eficiente e cronológica, compondo um processo. 

Os fatores que precisam ser levados em consideração são: 

  • tempo necessário para realização das atividades;
  • tarefas que precisam ser feitas para possibilitar que outras comecem;
  • equipamentos e profissionais necessários para sua realização;
  • normas e exigências que precisam ser cumpridas. 

3. Analise prazos de fornecedores e permissões

Antes de determinar a ordem dos processos, é fundamental analisar fatores como disponibilidade de materiais, equipamentos e permissões. Isso vai evitar atrasos. 

Geralmente, cada fornecedor apresenta um prazo de entrega diferente. O ideal é ter um bom processo de previsão de consumo de equipamentos e insumos, assim, os pedidos são realizados com antecedência e é possível evitar a falta de algo para execução de uma tarefa.  

Leia também: 

Avaliação de fornecedores na construção civil: como fazer? | Obra Prima

4. Verifique a mão de obra contratada

Outra tarefa que precisa ser realizada antes de determinar o cronograma para um projeto é uma análise completa da mão de obra disponível. Essa prática possibilita entender quais são os colaboradores que formam o time e como eles podem ser usados para realizar cada trabalho. 

O uso inteligente da sua mão de obra vai garantir que nenhum profissional fique ocioso, gerando gastos desnecessários para o projeto, assim como evita a falta de colaboradores para o cumprimento de alguma tarefa. 

5. Determine datas, etapas e calendário

Realizada a avaliação de todos os dados do planejamento e entendimento dos fatores que impactam a execução das etapas da obra, é possível organizar o cronograma detalhado, estabelecendo: 

  • ordem das atividades;
  • datas de entrega;
  • maneiras de avaliação;
  • calendário final do projeto. 

O cronograma de obras precisa ser bem estruturado e organizado, possibilitando que os profissionais responsáveis por sua implementação e controle sejam capazes de ter uma visão ampla e completa de como os objetivos da construção estão sendo alcançados. 

6. Estabeleça um plano de monitoramento e controle de obras

Para ter um cronograma de obra de sucesso é essencial que ele conte com um plano de monitoramento e controle de obras, ou seja, práticas que avaliem o progresso da realização e vão se certificar que tudo está sendo feito conforme o planejado. 

Neste processo é necessário incluir o levantamento de dados e documentações das etapas do projeto, por meio do preenchimento do Relatório Diário de Obra ou do Livro de Ordem. O segundo é um documento obrigatório para profissionais vinculados ao Sistema Confea/ Crea. 

7. Comunique o cronograma de obra

Para finalizar, o sucesso da implementação do seu cronograma de obra depende da eficiência na comunicação entre a equipe e a gestão. Por isso, é fundamental adotar canais adequados para comunicar atividades, especificações, normas regulamentadoras, responsáveis e prazos que precisam ser cumpridos. 

A melhor ferramenta para esse serviço é um software de gestão de obras. Com o sistema do Obra Prima, você consegue centralizar tudo em um só lugar: controle de obras, relatório diário de obra, comunicação com o cliente e com o time e muito mais. 

Clique na imagem abaixo e agende uma conversa: 

O seu cronograma de obra dos sonhos!

Quer ter o controle de obras na palma da sua mão? Baixe agora o nosso modelo de cronograma de obra e diga adeus aos prejuízos, imprevistos e erros que geram dor de cabeça. 

Com o nosso modelo de cronograma de obra, a sua construtora vai conseguir crescer no mercado, ter muito mais lucro e o seu dia a dia fica muito mais simples. 

Para mais dicas e conteúdos exclusivos sobre os temas mais relevantes da construção civil, acompanhe o blog do Obra Prima e, se você ainda não segue o nosso Instagram, temos só uma pergunta: está esperando o quê? Siga agora >>

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.