Pesquisar

Construção Civil: otimismo com o programa Minha Casa, Minha Vida  

Descubra as oportunidades e o otimismo que o programa Minha Casa, Minha Vida traz para a Construção Civil. Saiba mais agora!
Construção Civil: otimismo com o programa Minha Casa, Minha Vida
Construção Civil: otimismo com o programa Minha Casa, Minha Vida

O programa “Minha Casa, Minha Vida” traz um cenário otimista e cheio de oportunidades para o setor da Construção Civil! Descubra tudo que você precisa saber sobre o tema. 

A iniciativa do governo “Minha Casa, Minha Vida”, busca promover o acesso à moradia digna para famílias de baixa renda. Recentemente, algumas mudanças no programa foram anunciadas e estão trazendo otimismo para o setor. 

A presidente do Sinduscon (Sindicato da Construção Civil do Norte do Paraná), Célia Catussi, elogia a nova versão do programa e diz que o aquecimento do mercado deve gerar mil empregos diretos somente em Londrina. 

Com a expectativa de crescimento na quantidade de lançamentos em toda a região, de, pelo menos, 20%, até o fim do ano, o novo programa “Minha Casa, Minha Vida” está trazendo um cenário mais otimista para a construção civil. 

Célia Catussi diz que várias empresas já começaram a apresentar os seus projetos e que a expectativa com o relançamento do programa é muito positiva, devido ao déficit habitacional de, pelo menos, seis milhões de unidades no Brasil e da demanda reprimida, em função da falta de incentivo aos programas habitacionais e juros altos nos últimos anos. 

Para a presidente, a nova versão do programa conta com uma série de pontos positivos, entre eles o aumento do valor do subsídio para famílias e a redução nos juros. Com mais lançamentos, o setor se prepara para um crescimento considerável na oferta de vagas de emprego. 

A Caixa Econômica Federal prevê que com a nossa versão do programa até o fim do ano a contratação de mais de 550 mil imóveis. E a meta do governo federal é contratar duas milhões de unidades habitacionais até 2026. 

Agora que você já entendeu como essas mudanças vão afetar o setor, acompanhe o texto para descobrir quais são as alterações e como elas trarão oportunidades para as construtoras. E saiba como se preparar para lidar com esse cenário de crescimento!

3 mudanças no Programa “Minha Casa, Minha Vida”

A nova versão do Programa “Minha Casa, Minha Vida” conta com três mudanças, entenda quais são: 

  1. Aumento do subsídio;
  2. Taxas de juros para financiamento;
  3. Valor máximo do imóvel. 

Agora que você conhece as alterações, vamos nos aprofundar melhor cada uma delas, acompanhe: 

  1. Aumento do subsídio

Uma das principais alterações anunciadas é o aumento do subsídio para aquisição de imóvel. O subsídio é a parte do financiamento paga pela União através do programa habitacional. Com as mudanças, o valor máximo do subsídio para as famílias das faixas 1 e 2 foi ampliado, passando para R$ 55 mil, anteriormente era R$ 47,5 mil. 

  1. Taxas de juros para financiamento

Outra importante mudança é a redução das taxas de juros para as famílias com renda mensal de até R$2 mil. Nas regiões Nordeste e Norte, a taxa caiu de 4,25% para 4% ao ano. Já nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a taxa foi reduzida de 4,5% para 4,25% ao ano. Essa redução tem como objetivo tornar o financiamento mais acessível para os beneficiários do programa. 

  1. Valor máximo do imóvel

O valor máximo do imóvel permitido para a faixa 3, que inclui famílias de renda entre R$4,4 mil e R$8 mil, foi ampliado para R$350 mil, antes o valor era de R$264 mil. É importante destacar aqui que essa atualização vale para todo o território, não se limita apenas para as cidades de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Para as faixas 1 e 2 do programa, os limites do imóvel variam dependendo da sua localização. 

Os benefícios das mudanças para a construção civil

As mudanças anunciadas pelo governo trazem vantagens significativas para o setor da construção civil. Com o aumento do limite de renda e a diminuição das taxas de juros, a demanda por imóveis tende a crescer, impulsionando o mercado imobiliário e estimulando a construção de novas unidades habitacionais. 

Além disso, a ampliação das faixas de financiamento abre novas oportunidades para as incorporadoras e construtoras atingirem um público maior, assim como empresas que fornecem a mão de obra para realizar os projetos. Isso quer dizer um crescimento potencial nas vendas de imóveis e um aumento saudável para a construção civil.

Outra grande vantagem para as construtoras é a participação em projetos habitacionais em grande escala! Tudo isso traz muito otimismo para o setor e abre portas para a inovação e investimentos na construção civil. 

O acesso à moradia traz um desenvolvimento socioeconômico, o que é extremamente vantajoso para o país. E, por isso, as construtoras precisam estar prontas para atender essa demanda crescente e o aumento da concorrência. 

Aproveite essa oportunidade! 

A sua empresa precisa aproveitar o cenário otimista presente no setor! Afinal, você não pode ficar para trás em relação aos seus concorrentes e deve utilizar o momento e essa oportunidade proporcionada pelo programa “Minha Casa, Minha Vida” para trazer mais sucesso e crescimento para os seus negócios. 

Para conseguir tirar o maior proveito da situação, conte com ferramentas como o software de gestão de obras do Obra Prima! O nosso sistema vai otimizar processos e atender às demandas desse mercado em crescimento. 

Assim, a sua construtora está preparada para abraçar as oportunidades e contribuir para o desenvolvimento da construção civil! 

Gostou desse conteúdo? Temos muitos outros como este no nosso blog, clique aqui e confira! Aproveite para seguir a nossa conta no Instagram para ficar por dentro de tudo que acontece no setor!

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.