Menu

Como fazer uma gestão de caixa eficiente para pequenas construtoras?

Wilson Pacheco Jr.

Compartilhe nosso conteúdo

Fazer a gestão de caixa na construção civil com eficiência é possível e não é um desafio de outro mundo para as pequenas construtoras. Descubra aqui.

Quem não deseja ver a construtora crescer, não é? 

Buscar os melhores resultados, ganhar espaço no mercado e aumentar a lucratividade é objetivo, principalmente, para as pequenas construtoras. 

O foco é sempre conquistar novos clientes e garantir diferenciais para passar na frente dos concorrentes.

Todo bom resultado de mercado começa com uma boa organização interna. 

O controle de processos, dos departamentos do escritório, do financeiro e das obras já contratada é essencial para melhorar os resultados. 

Não existe crescimento quando erros são cometidos frequentemente na gestão.

Entre os elementos da organização interna que mais dão trabalho na hora de manter o controle está o fluxo de caixa. 

Acompanhar sem erros a entrada e saída de recursos pode ser um grande desafio para construtoras que não estão preparadas e atentas.

Ainda que seja um desafio, garantir o máximo de eficiência na gestão de caixa da construção civil não é impossível. 

Manter um sistema eficiente e que elimine erros e desperdícios é possível e vai ajudar muito no crescimento da construtora.

Descubra aqui o que toda construtora precisa saber para otimizar a gestão de caixa.

6 elementos de uma gestão de caixa otimizada para a construtora

A gestão de caixa é muito importante e o motivo é o mais óbvio possível: nada em uma construtora funciona sem dinheiro. 

Claro, nem sempre não ter uma gestão de caixa significa não ter dinheiro, mas significa perder o controle, viver desperdícios e, na grande maioria dos casos, perder lucratividade e crescimento.

Manter o controle necessário depende de ter ações responsáveis e informações sobre o negócio para poder obter os melhores resultados. 

Para alcançar esse controle é preciso:

1 – Compra consciente de insumos

Ter responsabilidade no momento de gastar os recursos da construtora e o orçamento da obra para compra de insumos é essencial. 

No orçamento é feita uma previsão dos valores para a compra de insumos para a obra, mas sem um controle eficiente esses custos podem ser ultrapassados e impactar o financeiro.

Ser responsável no momento da compra é, então, essencial. 

Buscar os melhores preços, pensar na qualidade dos materiais, negociar prazos de pagamento e entrega. 

Ficar de olho no cronograma também é importante, uma vez que programar datas de compras evita gastos altos de uma vez.

2 – Fuja dos desperdícios

De nada adianta usar os recursos da construtora de maneira inteligente se materiais são perdidos, equipamentos quebram e as contas saem mais caras que o normal.

Pensar em custo benefício, segurança no transporte e armazenamento adequado são os primeiros passos, mas o essencial é verificar o uso no canteiro de obras. 

Quando os materiais são utilizados de forma inadequada ou erros são cometidos e é necessário refazer o serviço, se usa mais material que o esperado.

Isso significa que compras de emergência terão que ser feitas, usando um dinheiro que não estava previsto gastar e impactando cronograma e fluxo de caixa, prejudicando o controle financeiro da obra.

Equipamento também merecem atenção. 

Nem sempre vale a pena comprar equipamentos, alugá-los pode ser mais econômico.

3 – Eficiência de projetos

Nem sempre a complexidade de um projeto significa bons resultados. 

Muitas vezes processos mais simples e enxutos podem gerar qualidade com menores custos. 

É necessário sempre avaliar a possibilidade, ainda no planejamento, de simplificar o projeto.

Em alguns casos simplificar pode significar buscar equipes terceirizadas e especializadas. 

Nesses casos a construtora deve verificar se a simplificação não sairá mais cara. 

E, pasmem, muitas vezes, mesmo contratando equipes terceirizadas, o custo é mais baixo.

4 – Encontre soluções econômicas

Com o tema da sustentabilidade em alta, buscar alternativas econômicas para os projetos é um grande diferencial. 

Mais do que oferecer diferenciais competitivos para a construtora, soluções econômicas podem auxiliar na gestão de caixa na construção civil.

Essas soluções garantem a otimização do uso de recursos, redução de desperdícios e menores gastos, já que o reuso pode solucionar grande parte dos gastos com compras de insumos.

5 – Aumente a produtividade diária

Acompanhar cronogramas e relatórios diários de obras e buscar formas de garantir que o canteiro de obras funcione dentro do previsto reduz gastos emergenciais e o perigo de atrasos no prazo de entrega.

Quanto mais alinhados os processos cotidianos, melhores os resultados e menos imprevistos na obra. 

Acompanhar o dia a dia do canteiro de obras permite identificar erros e riscos antes que eles se tornem um problema grande, garante que soluções sejam aplicadas mais rapidamente e reduz impactos negativos.

6 – Busque um sistema de gestão

Gerenciar uma obra já não é uma tarefa simples. 

São muitos processos, detalhes e etapas para administrar e garantir que tudo saia de acordo com o planejado. 

Se o foco do seu gerenciamento é garantir um fluxo de caixa eficiente, então, os desafios ficam ainda maiores.

Organizar etapas é difícil no papel, organizar etapas e todos os ganhos e gastos nelas é ainda pior. 

Por isso, buscar um sistema automatizado para a gestão de caixa na construção civil não é só um diferencial, é uma necessidade.

Com um bom sistema de gestão, a construtora consegue orçamentos sem riscos de erros, uma gestão de pagamentos de contas que evite atrasos, controle dos contratos e a interação entre caixa, estoque, compras e cronogramas, entre muitos outros benefícios.

Softwares de gestão de obras para a gestão de caixa na construção civil

Existem muitos pontos que devem ser controlados e otimizados para que a gestão de caixa seja eficiente e a construtora possa usar seus recursos de maneira inteligente, aumentando seu crescimento e lucratividade. 

Alinhar todos os processos com um sistema de gestão de caixa é bom, mas os melhores resultados dependem do controle de toda a obra.

Softwares de gestão de obra não controlam apenas o fluxo de caixa, mas otimizam todo o planejamento e execução do projeto. 

Assim, reduz erros, acidentes e garante mais dados e objetividade para as decisões.

Quer conhecer melhor os benefícios desses softwares para a gestão de caixa na construção civil? 

Acompanhe os conteúdos exclusivos do Obra Prima e ajude sua construtora a crescer cada vez mais.

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

Como fazer uma gestão de caixa eficiente para pequenas construtoras?

A gestão de caixa na construção civil deve ser feita com todo o cuidado possível, principalmente para pequenas e médias construtoras.
gestão de caixa na construção civil
gestão de caixa na construção civil

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.