Pesquisar

7 principais tipos de concreto utilizados no Brasil

Conheça as diferentes opções de concreto e saiba como escolher o melhor tipo para otimizar a qualidade das obras da sua construtora.
Tipos de concreto
Tipos de concreto

Conheça as diferentes opções de concreto e saiba como escolher o melhor tipo para otimizar a qualidade das obras da sua construtora.

Todo profissional da construção civil sabe que os materiais utilizados nas obras estão sempre sendo melhorados e adaptados para atender necessidades específicas de diferentes tipos de projetos.

Nessa busca por maior qualidade e durabilidade, o concreto deixou de ser uma mistura simples para ganhar tipos variados e que garantem os melhores resultados para as particularidades de cada projeto.

Leia também:

Adensamento do concreto: o que é e qual é a importância para as obras? >

Conheça aqui os 7 tipos de concreto mais utilizados no Brasil e escolha sempre a melhor opção para as obras da sua construtora.

1. Concreto convencional

O tipo mais comum de concreto na construção civil brasileira, pode ser utilizado em diferentes obras. 

Em geral é lançado em carrinhos de mão, baldes ou com a ajuda de gruas, misturado em betoneiras ou usinado.

2. Concreto bombeável

Muito utilizado em obras civis, é muito parecido com o concreto convencional.

A principal diferença é o fato de possuir maior fluidez, o que faz com que possa ser bombeado para a aplicação, alcançando pontos mais distantes sem que os trabalhadores tenham que levar balde por balde.

Sua fluidez é conseguida adicionando mais água ou mais aditivos químicos que a mistura convencional, o que reduz sua granulação.

3. Concreto armado

Concreto mais utilizado no dia a dia e que exige a armadura de barras de aço para conseguir maior resistência a sua flexão e tração. 

É o tipo de concreto ideal para vigas, pilares e lajes.

4. Concreto protendido

Exige o uso de cabos de aço tensionados para garantir ancoramento e maior compressão para que a estrutura com esse concreto tenha melhor desempenho. 

É ideal para estruturas que precisem de vãos livres maiores e resistência ao esforço de flexão.

Por essas características é um concreto muito utilizado na construção de pontes.

5. Concreto leve

Com menor densidade, e por isso mais leve que o concreto convencional, é produzido substituindo os agregados convencionais por alguns mais leves, como é o caso do uso de argila expandida, vermiculita, EVA ou isopor, além da incorporação de bolhas de ar.

Pode ser de dois tipos:

  • concreto leve estrutural, onde a brita é substituída pela argila expandida;
  • ou concreto leve de preenchimento e vedação de paredes, painéis e divisórias, onde o ar é incorporado ao concreto. 

É um concreto muito eficiente para redução de peso nas estruturas e melhor isolamento termoacústico.

6. Concreto pesado

Concreto de alta densidade conseguido com o uso de hematita, magnetita e barita como agregados especiais. 

É uma mistura que apresenta maior resistência mecânica e durabilidade, além de oferecer à estrutura proteção contra radiações.

Por essas características é ideal na construção de estruturas de contrapeso em projetos pesados, como é o caso dos gasodutos, ou para ambientes mais seguros para salas de raio X, hospitais e usinas, onde a radiação é mais alta.

7. Concreto pré-moldado e pré-fabricado

Esse tipo de concreto produz peças já no formato que serão utilizadas no canteiro de obras, eliminando etapas de construção. 

As estruturas, sejam elas vigas, pilares, lajes ou qualquer outra, já chegam ao canteiro prontas para serem encaixadas e fixadas no local onde o projeto define.

São peças de concreto que devem ser encomendadas de empresas especializadas e produzidas de forma industrial, no caso das pré-fabricadas, ou que podem ser moldadas no próprio canteiro por profissionais especializados, no caso dos pré-moldados, ainda que esses também possam ser feitos fora do canteiro.

É um concreto muito utilizado por construtoras que buscam reduzir custos ou que possuem limitações em relação ao armazenamento no canteiro de obras, mas que incluem um custo mais alto de transporte e logística.

Leia também:

Pré-fabricados: o futuro da construção? >

Quer saber mais sobre materiais e técnicas que tornam o dia a dia do canteiro de obras mais eficiente e a gestão de obras mais eficiente? Acompanhe os conteúdos exclusivos do blog Obra Prima.

Experimente o nosso software de gestão de obras

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.