Menu

6 principais tendências do mercado imobiliário para 2024

Amanda Gregio

Compartilhe nosso conteúdo

Confira as seis principais tendências do mercado imobiliário para 2024! Entenda quais são as oportunidades e desafios que podem impactar o setor neste ano. 

Em um segmento como o mercado imobiliário, em que as tendência evoluem muito rapidamente, estar por dentro é a chave para o sucesso dos negócios. Certamente, acompanhar pesquisas pode proporcionar insights valiosos sobre as mudanças nas demandas, regulamentações emergentes e avanços tecnológicos. 

A pergunta de quais são as tendências para o mercado imobiliário neste ano tem circulado e já apareceram algumas certezas. Entre elas, a recente aprovação do orçamento de R$117 bilhões do FGTS para esse ano, aumento significativo em relação à 2023 e indicativo de maior disponibilidade de crédito, principalmente para os imóveis econômicos.

Isso quer dizer que a produção de imóveis deve passar por um impulso importante com mais pessoas aptas a realizar a compra da sua primeira moradia. 

A taxa de juros provavelmente vai continuar na sua trajetória de redução, simultaneamente em que a inflação está sob relativo controle. De acordo com especialistas, isso faz os olhos do mercado de capitais brilhar. Afinal, mostra que as turbinas estão esquentando e ele deve fazer mais apostas. E, o mercado imobiliário é uma escolha bem segura.  

Por outro lado, alguns desafios também estão surgindo, como a crise climática, a escassez de terrenos, o crescimento dos custos dos insumos e da mão de obra e outras alternativas de investimento disputando pela atenção dos compradores. 

Essas são apenas algumas das oportunidades e desafios que o mercado imobiliário está apresentando esse ano. Para conhecer mais, acompanhe o texto a seguir. 

6 tendências do mercado imobiliário

O desempenho do setor imobiliário em 2023 foi excelente, mais uma vez com números acima da média, apesar de algumas incertezas logo nos primeiros meses do ano, em função do cenário político e da economia, com a chegada de um novo governo na esfera federal e os temores de crescimento nos índices da inflação. 

Mesmo diante dessas barreiras, o mercado imobiliário foi protagonista mais uma vez, mostrando solidez, confiança e resiliência, chegando ao final de mais um ciclo com números significativos de rentabilidade, crescimento e batendo recordes de lançamento, investimento e vendas. 

Prova disso, é que apenas nos primeiros sete meses do ano, o mercado imobiliário no país registrou um crescimento impressionante, atingindo um patamar de 14,4% na comparação do mesmo período em 2022. 

Então, com um histórico tão bom, o que podemos esperar do mercado imobiliário em 2024? Acompanhe as tendências do setor a seguir: 

  1. Evolução do mercado imobiliário;
  2. Novas oportunidades nos tipos de imóveis;
  3. Mais opções para compra;
  4. Altura cada vez mais alta;
  5. Prédios com marca;
  6. Diálogo com a cidade.  

Então agora que você conhece as seis tendências, vamos entender melhor cada uma delas:

1. Evolução do mercado imobiliário

O retrospecto do ano de 2023 é muito animador e traz otimismo nas tendências para 2024, com uma previsão de crescimento em níveis acima dos que estão sendo projetados para a economia nacional, com o aumento da geração de negócios e a criação de novas oportunidades profissionais. 

Claro que existem alguns pontos estratégicos que precisam ser observados cuidadosamente para orientar o trabalho de imobiliárias, corretores de imóveis e construtoras, porque é um ano de grande potencial, mas ainda com alguns desafios na economia, como a redução dos juros, e na política, as eleições municipais. 

2. Novas oportunidades nos tipos de imóveis

As expectativas para esse ano são grandes, com muitas apostas nos tipos e estilos de imóveis que poderão ser mais procurados e atrativos. Além disso, também é notório o sentimento de esperança nas pessoas em conseguir melhorar a vida a partir da compra da casa própria como uma maneira de ter mais estabilidade, alegria e segurança. 

3. Mais opções para compra

Além dos consagrados programas habitacionais, como o renovado Minha Casa Minha Vida, o governo federal tem ampliado as ações focadas na aquisição da casa própria pelas famílias. 

Então, para facilitar o acesso ao programa Minha Casa Minha Vida, foram realizadas diversas mudanças, como a ampliação do teto para cobrir imóveis de até R$350 mil, aumento na participação para atender famílias com renda até R$8 mil, reajuste no valor dos subsídios de até R$47,5 para R$55 mil e mudanças no prazo de financiamento para 35 anos no máximo. 

4. Altura cada vez mais alta

Saindo das tendências econômicas e indo mais para o lado de estética e construção, a altura dos prédios está cada vez mais alta. Afinal, em Balneário do Camboriú (SC) essa característica não é novidade, na capital paulista ganhou força somente agora. Viver acima dos 100 metros de altura se tornou objeto de desejo dos moradores de São Paulo de alta renda. 

5. Prédios com marca 

Os “branded buildings” também deverão se tornar cada vez mais frequentes no segmento em 2024. O sucesso comercial de projetos como W Residences São Paulo (Helbor), o Fasano Itaim (Even) e Tonino Lamborghini Apartments (Gafisa) está alimentando a vontade das incorporadoras por mais colaborações com marcas de luxo. 

6. Diálogo com a cidade

Outro fator que deve marcar os empreendimentos de alto padrão de maneira permanente a partir de agora é a forma mais amigável com a qual eles se relacionam com o seu entorno – o que significa ter menos muros e grades separando o prédio da rua e mais espaços comuns e lojas no térreo abertas para o público geral. 

A tecnologia e o mercado imobiliário

A tecnologia é uma grande aliada do setor imobiliário! Inteligência artificial, chatbots, BIM, etc. Tudo isso está sendo integrado para melhorar a experiência do cliente. 

Essas ferramentas ajudam em outra importante tendência desse setor, que também não vai sair de moda tão rápido: a busca por práticas mais sustentáveis. Os compradores estão cada vez mais interessados em soluções alinhadas com o meio ambiente e as tecnologias, que tornam os processos mais eficientes e ajudam a evitar desperdícios que geram impacto no planeta. 

Você gostou de conhecer essas seis tendências do mercado imobiliário? Então, acompanhe o blog do Obra Prima e fique por dentro das novidades. Siga também a nossa conta no Instagram, lá estamos sempre compartilhando muitas dicas! 

Pesquisar matéria

Quer transformar sua gestão de obras?

Experimente o sistema Obra Prima!

Matérias relacionadas

6 principais tendências do mercado imobiliário para 2024

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.