Pesquisar

6 Indicadores de desempenho da construção civil

Indicadores de desempenho da construção civil
Indicadores de desempenho da construção civil

Indicadores de desempenho da construção civil podem ser um diferencial competitivo para aumentar produtividade e qualidade. Conheça os principais.

Indicadores de desempenho da construção civil são ótimas ferramentas de gestão e controle de todos os aspectos do projeto. Com os dados que eles oferecem é possível ter uma visibilidade maior dos processos, financeiro, etapas, cronograma e orçamento.

Considerando a importância de ter informações concretas para que as melhores decisões para a obra possam ser tomadas e a gestão de obras otimizada, inegável e importância desses KPIs para a construção civil.

Garantir qualidade, produtividade e competitividade é muito mais simples com o controle eficiente.

Conheça aqui os principais indicadores de desempenho que sua construtora pode utilizar.

Indicadores de desempenho: 6 principais para o sucesso na construção civil

Existe um número quase infinito de indicadores que podem ser utilizados para avaliar os resultados dos projetos da construção civil e oferecer bases para a criação de melhores estratégias.

Cada indicador atende a objetivos específicos e, quando utilizados de forma correta, oferecem uma visão muito vantajosa, principalmente para pequenas e médias construtoras. Analisar resultados é essencial para eliminar erros e otimizar processos que garantem o sucesso dos empreendimentos.

Conheça aqui os principais indicadores e descubra como melhorar a aumentar a produtividade na construção.

1. Avaliando lucro, custos e competitividade

Para saber se os projetos estão dando lucro e se contribuem com a competitividade da empresa, é necessário utilizar KPI da construção com foco em analisar custos.

Existem diversas opções para construtoras que tem como objetivo controle de custos e garantia da lucratividade e competitividade. É possível utilizar:

  • Fluxo de caixa  – obrigatório nas análises financeiras, compara entrada e saída de dinheiro no caixa da empresa para verificar se os ganhos são maiores que os custos e se o lucro esperado está sendo obtido. Quando feito de maneira correta permite identificar muitos descontroles e desperdícios de verba e facilita a antecipação de pagamentos, planejamento e uso estratégico de recursos.
  • ROI (Retorno Sobre Investimento) – permite verificar a eficiência de um ou mais investimentos na construção civil. Ao comparar o investimento inicial com o ganho obtido. Com isso, é possível planejar melhor os próximos projetos e verificar os  empreendimentos que atraem mais o público, garantindo controle de desperdícios, custos e avaliação da competitividade de cada tipo de projeto. 

2. Controlando a qualidade

Utilizar mensurações de resultados que permitam identificar a qualidade das obras durante a execução e depois do projeto ser entregue é essencial para construtoras que desejam crescer no mercado.

Não existe apenas um KPI para medir a qualidade, mas sim um conjunto de avaliações que permitem entender como foi o processo das obras e o que pode ser melhorado para os próximos projetos.

É necessário responder:

  • Quantos defeitos estruturais apareceram?
  • Quais os problemas que surgiram devido ao acabamento?
  • Quanto tempo foi necessário no cronograma para corrigir defeitos?
  • Quais problemas de qualidade surgiram depois da correção dos defeitos ou durante uso da estrutura?
  • O cliente ficou satisfeito?

Com a resposta em dados concretos e números analisáveis para essas perguntas é possível verificar onde estão os problemas que impactam a qualidade e adaptar o planejamento de execução do cronograma e orçamento para que não ocorram nos próximos projetos, aumentando cada vez mais a qualidade das obras entregues.

Outra boa opção para organizar e garantir a qualidade da obra é utilizar a FVM, a Ficha de Verificação de Materiais.

3. Chega de atraso: indicadores da construção civil controlam prazos

Controlar atrasos é essencial para todo projeto de construção civil. 

Além de um cronograma de obras bem desenvolvido e do acompanhamento da execução por meio de um Relatório Diário de Obras (RDO), existem indicadores importantes para identificar rapidamente atrasos e corrigir os problemas durante a obra e para futuros projetos.

Um dos principais KPIs nesse caso é o Índice de atividades planejadas e concluídas. É um sistema de comparação entre o que foi estabelecido no planejamento e o que foi cumprido no prazo.

Outra possibilidade é avaliar o desvio de prazo acumulado. Atrasos acontecem, mas, muitas vezes, podem ser compensados na etapa seguinte. Com esse KPI da construção, é possível ver se essa compensação está acontecendo ou se os atrasos estão se acumulando e podem impactar negativamente o projeto.

4. SST deve ser cumprida

Saúde e Segurança do Trabalho é um tema essencial para o canteiro de obras, para proteger os trabalhadores e para melhorar a qualidade, produtividade, controle de custos e cronograma da construtora.

Mais do que evitar acidentes, analisar a eficiência da aplicação das normas de SST, que são obrigatórias, bom frisar, ajuda muito a melhorar os resultados dos projetos. Assim é importante sempre procurar indicadores que controlem:

  • Gravidade dos acidentes que acontecem;
  • A frequência em que os acidentes ocorrem;
  • Quais Normas Regulamentadoras estão sendo aplicadas;
  • Introduzem sistemas de notas para a segurança no canteiro de obras;
  • Controle do cronograma de treinamento de equipes.

5. Sustentabilidade sob controle

Indicadores que permitam controlar os impactos da construção civil no meio ambiente e medidas mais sustentáveis são essenciais não só pelo tema ambiental, mas por influenciarem a competitividade das construtoras, reduzir seus custos e otimizar o uso de insumos e dinheiro.

Entre os principais estão:

  • Geração de resíduos por metro quadrado de obra;
  • Litros de água utilizados por área construída;
  • Riscos de acidentes que danifiquem o ambiente (vazamento de poluentes, geração de entulho, etc.)

6. Controle operacional

É um bom modo de saber se custos e rendimento estão gerando resultados e produtividade para a obra. É um indicador de produtividade, mas que é focado, unicamente, no uso de equipamentos e mão de obra.

É possível avaliar:

  • Custo médio por hora de trabalho (Razão Unitária de Produção – RUP);
  • Análise do rendimento de materiais (Consumo Unitário de Materiais – CUM);
  • Tempo de inatividade do equipamento no cronograma geral (%);
  • Inatividade da mão de obra no tempo geral de execução (%);
  • Frequência de retrabalhos;
  • Tem gasto na correção de erros.

Produtividade, qualidade e lucratividade com base no controle

Toda gestão de obras e planejamento depende de boas decisões, feitas com dados concretos e que permitam prever o andamento da obra e preparar tudo para resolver problemas que apareçam.

Por esse motivo, análises de KPI da construção é um grande diferencial competitivo e pode aumentar muito a produtividade, lucratividade e qualidade dos empreendimentos.

Apenas com indicadores de desempenho da construção civil é possível conseguir os melhores resultados e otimizar ainda mais a gestão de obras da construtora.

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.